Junho de 2024: qual planeta está ao lado da Lua hoje à noite?

~11 min

Ao olhar para a Lua, você provavelmente já notou pontos brilhantes ao lado dela muitas vezes. Esses pontos podem ser planetas como Júpiter, Saturno, Vênus e Marte. Com o Sky Tonight, você sempre pode descobrir o que exatamente é aquele ponto brilhante perto da Lua. Agora, vamos ver quais planetas se encontrarão com a Lua em junho de 2024.

Conteúdo

O que é o ponto ao lado da Lua hoje à noite?

De 17 a 23 de junho, a Lua visitará as constelações de Virgem, Libra, Escorpião, Ofiúco e Sagitário. As estrelas mais proeminentes perto do nosso satélite natural serão Spica (mag 1.0) de Virgem, Zubenelgenubi (mag 2.8) de Libra e Antares (mag 1.1) de Escorpião. Além disso, em 22 de junho, ocorrerá a Lua Cheia. Para ter certeza de qual objeto celeste você está olhando, use o aplicativo Sky Tonight. Agora, vamos examinar melhor os planetas perto da Lua este mês.

Como os astrônomos chamam a aproximação da Lua ao planeta?

Neste artigo, você encontrará vários tipos de eventos celestes. Todos eles envolvem as posições relativas da Lua e objetos celestes e ocorrem próximos uns dos outros no tempo. No entanto, eles diferem em detalhes. Confira o que cada um significa.

Aproximação mais estreita (apulso)

A aproximação mais estreita ou apulso acontece quando dois objetos celestes têm a menor distância aparente conforme vista da Terra. Para a Lua e os planetas, o apulso geralmente ocorre perto da conjunção.

Conjunção

A conjunção ocorre quando dois objetos celestes têm a mesma ascensão reta ou longitude eclíptica aparente no céu. Na linguagem cotidiana, os termos “conjunção” e “aproximação mais estreita” costumam ser usados de forma intercambiável. No entanto, a conjunção tem um significado mais técnico e não ocorre necessariamente com todos os apulsos.

Conjunções Lua-planeta ocorrem com frequência. Uma vez a cada 27,3 dias, nosso satélite natural passa por uma parte estreita do céu centrada na eclíptica e se encontra com planetas. Conjunções planetárias são menos frequentes; você pode aprender mais sobre elas no nosso artigo separado.

Ocultação

A ocultação ocorre quando um corpo celeste com um diâmetro aparente maior passa na frente de um corpo com um diâmetro aparente menor; por exemplo, quando a Lua passa na frente de uma estrela ou planeta. A ocultação do Sol pela Lua é chamada de eclipse solar. Cada ocultação lunar só é visível de algumas partes da Terra. Isso porque a posição exata da Lua no céu varia em até 2° em locais diferentes.

Observações

Como identificar planetas próximos da Lua?

Confira algumas coisas a ter em mente para fazer observações bem-sucedidas.

  1. Você pode deixar passar o momento exato da conjunção ou aproximação mais estreita, mas não se preocupe! Mesmo antes ou depois do momento exato do evento, os objetos permanecerão relativamente próximos, e isso também vale a pena observar.

  2. Dependendo da distância angular entre os objetos, alguns eventos devem ser vistos com um telescópio e outros, com binóculos. Em geral, um bom binóculo de 10×50 proporciona um campo de visão de 6-7°; para telescópios, esse valor varia — pode ser inferior a 1°. Você mesmo pode calcular o campo de visão do seu equipamento ótico. E, claro, você também pode observar um evento a olho nu.

  3. Quando a Lua está perto da sua fase cheia, ela ofusca objetos mais fracos. Por exemplo, você não conseguirá ver Mercúrio perto de uma Lua cheia, porque o planeta não estará proeminente o suficiente. Apenas os objetos mais brilhantes, como Vênus ou Júpiter, poderão ser vistos.

  4. Um objeto brilhante perto da Lua pode ser uma estrela ou um planeta. Você pode dizer a diferença verificando se o objeto pisca. Se ele estiver piscando, então é uma estrela; caso contrário, é um planeta. Além disso, Júpiter e Vênus (às vezes Marte e Saturno, também) são muito mais brilhantes do que a maioria das estrelas. Você pode distinguir os planetas por suas cores:

  • Mercúrio é cinza ou acastanhado;
  • Vênus é amarelo pálido;
  • Marte é rosa pálido ou vermelho vivo;
  • Júpiter é laranja;
  • Saturno é dourado.
  1. Para identificar um objeto ou descobrir quando os objetos estão mais próximos na sua localização exata, use as ferramentas gratuitas de observação de estrelas, Sky Tonight ou Star Walk 2.

O app Sky Tonight

Para identificar um objeto no céu com a ajuda do Sky Tonight, siga estes passos:

1º passo. Abra o Sky Tonight e aponte seu dispositivo para o céu ou toque no grande botão azul. Uma representação ao vivo do que você vê no céu aparecerá na tela, e o aplicativo começará a acompanhar os seus movimentos.

2º passo. Aponte o dispositivo para a parte do céu onde o objeto está localizado. Para a sua comodidade, você pode limitar a magnitude visual para que apenas os objetos que podem ser vistos a olho nu apareçam na tela. Para fazer isso, toque no painel da parte inferior da tela e arraste o controle deslizante superior para a esquerda, mais perto do ícone do olho. A partir desse painel, você também pode ativar o modo noturno, alterar a aparência da constelação e muito mais.

3º passo. Agora você pode identificar o objeto brilhante e obter informações sobre ele tocando em seu nome.

Você também pode assistir ao nosso vídeo detalhado de passo a passo.

O app Star Walk 2

Para identificar um objeto no céu com a ajuda do Star Walk 2, siga estes passos:

1º passo. Abra o Star Walk 2 e aponte o dispositivo para o céu ou toque no ícone da bússola no canto superior esquerdo da tela. Uma representação ao vivo do que você vê no céu aparecerá na tela, e o aplicativo começará a acompanhar os seus movimentos.

2º passo. Aponte o dispositivo para a parte do céu onde o objeto está localizado. Para a sua comodidade, arraste o controle deslizante à esquerda para baixo até que permaneçam na tela apenas os objetos que você pode ver no céu.

3º passo. Agora você pode identificar o objeto brilhante e obter informações sobre ele tocando em seu nome na parte inferior da tela.

Você também pode assistir ao nosso vídeo detalhado de passo a passo. Encontre mais vídeos na seção de Tutoriais.

Como fotografar a Lua com planetas?

Você pode tirar uma foto de um planeta perto da Lua com uma câmera profissional ou até mesmo com um smartphone. Confira algumas dicas para te ajudar:

  • Verifique a previsão do tempo. Abra o aplicativo Sky Tonight e toque no ícone do telescópio na parte inferior. Você verá duas guias: Índice de Observação de Estrelas e Tempo. Selecione a última e encontre a data com o tempo sem nuvens, para que elas não interfiram na sua noite de astrofotografia.

  • Descubra quando os objetos estão bem posicionados na sua localização. No Sky Tonight, toque no ícone da lupa na parte inferior. Insira o nome do objeto que lhe interessa e toque no ícone de alvo ao lado do resultado de pesquisa correspondente. Quando o aplicativo mostrar a localização do objeto, use o painel na parte superior para percorrer o tempo e determinar o melhor momento para tirar a foto.

  • Prepare uma moldura. Determine a distância aparente entre a Lua e o planeta e encontre sua altitude usando o Sky Tonight. Em seguida, defina um retângulo grande o suficiente para caber tudo o que você quer na moldura, mas deixe algum espaço. Depois, use uma calculadora de campo de visão para encontrar o tamanho certo da lente para a cobertura.

  • Traga outra coisa para dentro da foto. Dependendo do seu entorno, pode ser uma árvore ou uma casinha. Veja um exemplo de como um alvo em primeiro plano melhora uma fotografia. Use o modo de RA no Sky Tonight para sobrepor a imagem do céu noturno em seu plano de fundo. Toque no botão azul grande na tela principal para isso.

  • Use um tripé. Isso ajudará a sua câmera a ficar parada e tirar várias fotos do mesmo ângulo.

Planetas próximos à Lua em junho de 2024

27 de junho: Saturno próximo à Lua; ocultação lunar de Saturno

  • Início da ocultação: 12:48 GMT
  • Fim da ocultação: 17:03 GMT
  • Hora da conjunção: 14:52 GMT
  • Distância da conjunção: 0°06'
  • Hora da aproximação mais próxima: 14:57 GMT
  • Distância da aproximação mais próxima: 0°04'

Em 27 de junho, a Lua com 69% de iluminação e Saturno (mag 1.1) se encontrarão na constelação de Aquário. O planeta surgirá à meia-noite e será visível a olho nu. Além disso, uma ocultação lunar de Saturno será visível sobre o Oceano Pacífico e as partes sul da América do Sul.

28 de junho: Netuno próximo à Lua; ocultação lunar de Netuno

  • Início da ocultação: 06:37 GMT
  • Fim da ocultação: 10:47 GMT
  • Hora da aproximação mais próxima: 08:45 GMT
  • Distância da aproximação mais próxima: 0°16'

Em 28 de junho, a Lua com 58% de iluminação e Netuno (mag 7.9) se encontrarão na constelação de Peixes. O planeta surgirá por volta da meia-noite e será visível com binóculos. Além disso, uma ocultação lunar de Netuno será observável sobre as partes norte da América do Sul e da África, e a parte ocidental da Europa.

Planetas próximos à Lua em julho de 2024

1 de julho: Marte perto da Lua

  • Hora da máxima aproximação: 16:19 GMT
  • Distância da máxima aproximação: 3°50'
  • Hora da conjunção: 18:27 GMT
  • Distância da conjunção: 4°12'

Em 1 de julho, a Lua iluminada em 24% e Marte (mag 1.0) se encontrarão na constelação de Áries. O planeta vai surgir três horas antes do amanhecer e será visível a olho nu.

2 de julho: Urano perto da Lua

  • Hora da máxima aproximação: 08:29 GMT
  • Distância da máxima aproximação: 3°47'

Em 2 de julho, a Lua iluminada em 14% e Urano (mag 5.8) se encontrarão na constelação de Touro. O planeta vai surgir três horas antes do Sol. Note que Urano é bastante fraco para ser observado sem auxílio óptico, então é melhor ter um par de binóculos.

3 de julho: Júpiter perto da Lua

  • Hora da máxima aproximação: 07:05 GMT
  • Distância da máxima aproximação: 4°55'
  • Hora da conjunção: 08:29 GMT
  • Distância da conjunção: 5°01'

Em 3 de julho, a Lua iluminada em 7% e Júpiter (mag -2.0) se encontrarão na constelação de Touro. O planeta será observável pela manhã, antes do pôr do sol, e será visível a olho nu. O crescente lunar será difícil de observar.

6 de julho: Vênus perto da Lua

  • Hora da máxima aproximação: 16:27 GMT
  • Distância da máxima aproximação: 3°47'

Em 6 de julho, a Lua iluminada em 1% e Vênus se encontrarão na constelação de Gêmeos. O planeta vai se pôr logo após o Sol e será difícil de observar, assim como o disco lunar quase invisível.

7 de julho: Mercúrio perto da Lua

  • Hora da conjunção: 16:04 GMT
  • Distância da conjunção: 3°18'
  • Hora da máxima aproximação: 20:23 GMT
  • Distância da máxima aproximação: 3°05'

Em 7 de julho, a Lua iluminada em 3% e Mercúrio (mag -0.2) se encontrarão na constelação de Câncer. O planeta será visível após o pôr do sol sem necessidade de auxílio óptico.

24 de julho: Saturno perto da Lua; ocultação lunar de Saturno

  • Hora da máxima aproximação: 20:31 GMT
  • Distância da máxima aproximação: 0°21'
  • Hora da conjunção: 20:38 GMT
  • Distância da conjunção: 0°24'

Em 24 de julho, a Lua iluminada em 90% e Saturno (mag 0.9) se encontrarão na constelação de Aquário. O planeta vai surgir uma hora antes da meia-noite e será visível a olho nu. Além disso, será visível uma ocultação lunar de Saturno sobre as partes orientais da África e as partes meridionais da Ásia.

25 de julho: Netuno perto da Lua; ocultação lunar de Netuno

  • Início da ocultação: 12:30 GMT
  • Fim da ocultação: 16:22 GMT
  • Hora da máxima aproximação: 14:31 GMT
  • Distância da máxima aproximação: 0°30'

Em 25 de julho, a Lua iluminada em 82% e Netuno (mag 7.9) se encontrarão na constelação de Peixes. O planeta vai surgir por volta da meia-noite e será visível com binóculos. Além disso, será observável uma ocultação lunar de Netuno sobre o Oceano Pacífico e a América do Norte.

29 de julho: Urano perto da Lua

  • Hora da máxima aproximação: 15:47 GMT
  • Distância da máxima aproximação: 4°03'

Em 29 de julho, a Lua iluminada em 37% e Urano (mag 5.8) se encontrarão na constelação de Touro. O planeta vai surgir após a meia-noite. Note que Urano é bastante fraco para ser observado sem auxílio óptico, então é melhor ter um par de binóculos.

30 de julho: Marte perto da Lua

  • Hora da máxima aproximação: 09:01 GMT
  • Distância da máxima aproximação: 4°55'
  • Hora da conjunção: 10:30 GMT
  • Distância da conjunção: 5°01'

Em 30 de julho, a Lua iluminada em 26% e Marte (mag 0.9) se encontrarão na constelação de Touro. O planeta vai surgir após a meia-noite e será visível a olho nu.

30 de julho: Júpiter perto da Lua

  • Hora da máxima aproximação: 22:45 GMT
  • Distância da máxima aproximação: 5°19'
  • Hora da conjunção: 23:54 GMT
  • Distância da conjunção: 5°22'

Em 30 de julho, a Lua iluminada em 26% e Júpiter (mag -2.1) se encontrarão na constelação de Touro. O planeta vai surgir uma hora após a meia-noite e será visível a olho nu.

Planetas ao lado da Lua em agosto de 2024

5 de agosto: Vênus perto da Lua

  • Hora da conjunção: 22:04 GMT
  • Distância da conjunção: 1°54'
  • Hora da abordagem próxima: 23:24 GMT
  • Distância da abordagem próxima: 1°34'

Em 5 de agosto, a Lua iluminada em 1% e Vênus (mag -3.8) se encontrarão na constelação de Leão. O planeta será visível após o pôr do sol sem a necessidade de qualquer ajuda óptica. O crescente lunar será difícil de observar.

6 de agosto: Mercúrio perto da Lua

  • Hora da abordagem próxima: 23:24 GMT
  • Distância da abordagem próxima: 1°34'
  • Hora da conjunção: 22:04 GMT
  • Distância da conjunção: 1°54'

Em 6 de agosto, a Lua iluminada em 4% e Mercúrio (mag 1.9) se encontrarão na constelação de Leão. O planeta será visível após o pôr do sol sem a necessidade de qualquer ajuda óptica.

21 de agosto: Saturno perto da Lua; ocultação lunar de Saturno

  • Início da ocultação: 00:44 GMT
  • Fim da ocultação: 04:38 GMT
  • Hora da abordagem próxima: 02:45 GMT
  • Distância da abordagem próxima: 0°25'
  • Hora da conjunção: 02:54 GMT
  • Distância da conjunção: 0°24'

Em 21 de agosto, a Lua iluminada em 97% e Saturno (mag 0.7) se encontrarão na constelação de Aquário. O planeta se elevará à noite e será visível a olho nu. Além disso, uma ocultação lunar de Saturno será visível sobre a Europa e as partes norte da África e da América do Sul.

21 de agosto: Netuno perto da Lua; ocultação lunar de Netuno

  • Início da ocultação: 19:59 GMT
  • Fim da ocultação: 23:37 GMT
  • Hora da abordagem próxima: 21:54 GMT
  • Distância da abordagem próxima: 0°37'

Em 21 de agosto, a Lua iluminada em 97% e Netuno (mag 7.9) se encontrarão na constelação de Peixes. O planeta se elevará à noite e será visível com binóculos. Além disso, uma ocultação lunar de Netuno será observável sobre África, Europa e Ásia.

25 de agosto: Urano perto da Lua

  • Hora da abordagem próxima: 22:15 GMT
  • Distância da abordagem próxima: 4°16'

Em 25 de agosto, a Lua iluminada em 63% e Urano (mag 5.8) se encontrarão na constelação de Touro. O planeta aparecerá no céu à noite, pouco antes da meia-noite. Note que Urano é bastante fraco para ser observado sem qualquer ajuda óptica, então é melhor trazer um par de binóculos.

27 de agosto: Júpiter perto da Lua

  • Hora da abordagem próxima: 11:50 GMT
  • Distância da abordagem próxima: 5°38'
  • Hora da conjunção: 12:45 GMT
  • Distância da conjunção: 5°40'

Em 27 de agosto, a Lua iluminada em 40% e Júpiter (mag -2.3) se encontrarão na constelação de Touro. O planeta se elevará à meia-noite e será visível a olho nu.

28 de agosto: Marte perto da Lua

  • Hora da abordagem próxima: 00:00 GMT
  • Distância da abordagem próxima: 5°16'
  • Hora da conjunção: 00:23 GMT
  • Distância da conjunção: 5°16'

Em 28 de agosto, a Lua iluminada em 30% e Marte (mag 0.8) se encontrarão na constelação de Touro. O planeta se elevará por volta da meia-noite e será visível a olho nu.

Conclusão

Agora você sabe o que são esses pontos brilhantes perto da Lua. Para ver os planetas e as estrelas perto do nosso satélite natural, escolha uma noite sem nuvens e use o Star Walk 2 ou o Sky Tonight para saber quando os objetos celestes estão mais bem posicionados na sua localização. Para uma explicação visual, assista ao nosso vídeo lançado recentemente sobre como identificar objetos brilhantes perto da Lua usando o aplicativo Sky Tonight, passo a passo.

Aprenda sobre as conjunções passadas com a Lua e os planetas que ocorreram em 2022 em nosso artigo separado. Além disso, confira nosso artigo dedicado para saber quando a Lua passou perto dos planetas em 2023.

Com votos de céus claros e boas observações!

Crédito Texto:
Trustpilot