Urano: o planeta mais frio

~11 min

Urano é o lugar mais estranho entre os oito planetas do Sistema Solar — com sua composição química peculiar, temperaturas extremas e a inclinação axial mais incomum. Aqui, daremos uma olhada mais de perto nas curiosidades desse planeta. Para quem deseja avistar Urano no céu, também explicaremos qual é a melhor época para procurar o planeta. Vamos em frente!

Conteúdo

Fatos sobre Urano

  • Tipo de planeta: gigante gelado
  • Raio: 25.362 km
  • Massa: 8,681×10^25 kg
  • Afélio: 3 bilhões de km
  • Periélio: 2,5 bilhões de km
  • Distância média da Terra: 2,9 bilhões de km
  • Temperatura da superfície: −224 °C a −216 °C
  • Duração do dia solar: 17 h 14 m 23 s
  • Duração do dia sideral: 17 h 14 m 24 s
  • Duração do ano: 84,3 anos terrestres
  • Idade: 4,503 bilhões de anos
  • Batizado em homenagem a: deus grego do céu

Quem descobriu Urano?

Urano foi visto várias vezes ao longo da história humana, mas nenhum dos observadores o reconheceu como um planeta antes do século XVIII. Em 128 a.C., o astrônomo grego Hiparco pode tê-lo registrado como uma estrela para o seu catálogo de estrelas; séculos depois, em 1690, o astrônomo inglês John Flamsteed cometeu o mesmo erro e listou Urano como 34 Tauri.

O astrônomo britânico William Herschel é considerado o descobridor de Urano. Embora ele também o tenha confundido com outro objeto espacial, sua observação de Urano em 13 de março de 1781 levou à sua descoberta como um planeta. Apesar de Herschel ter confundido Urano com um cometa, outros astrônomos, observando seu movimento no céu, suspeitaram do contrário, e o objeto logo foi aceito como um novo planeta em todo o mundo. Até 1783, o próprio Herschel havia admitido que o “cometa” que ele descobriu era, na verdade, um planeta.

Qual é o tamanho de Urano?

Urano pertence ao grupo de planetas gigantes. Imagine o seguinte: se a Terra fosse uma maçã grande, Urano seria do tamanho de uma bola de basquete. No entanto, o gigante gelado não parece grande visto da Terra — o tamanho aparente de Urano varia de 3,3” a 4,1", enquanto Mercúrio, o menor planeta, pode aparecer de 4,5” a 13” para nós.

Tamanho de Urano

Urano é o terceiro maior planeta do Sistema Solar em raio e o quarto maior em massa. O raio do planeta azul-esverdeado é apenas ligeiramente maior do que o de Netuno: 25.362 km X 24.622 km, respectivamente.

Quantas Terras cabem dentro de Netuno?

Urano tem um volume que é cerca de 63 vezes o volume da Terra, o que significa que 63 Terras podem caber dentro de Urano. O gigante gelado também é quatro vezes maior que o nosso planeta. Para entender melhor o tamanho de Urano, dê uma olhada nesta imagem da NASA que mostra os tamanhos aproximados dos planetas em relação uns aos outros.

A órbita e a rotação de Urano

A órbita de Urano ajudou os astrônomos a descobrir Netuno. O estudioso e polímata francês Pierre-Simon Laplace calculou a órbita de Urano em 1783, mas o planeta escapou do caminho previsto. Assim, os astrônomos supuseram que havia algum corpo espacial perturbando o movimento do gigante gelado azul-esverdeado. Devido a essa suposição, os cientistas previram a distância do corpo desconhecido em relação ao Sol e sua massa aproximada e, eventualmente, descobriram Netuno.

Inclinação axial

Urano está inclinado em 97,77°, o que significa que o eixo de rotação do planeta é aproximadamente paralelo ao plano do Sistema Solar. O gigante gelado tem a inclinação axial mais significativa entre os planetas do Sistema Solar; em comparação, seu vizinho, Netuno, tem uma inclinação axial de 28,5°.

Uma consequência disso é que, perto dos solstícios, um dos polos de Urano está continuamente voltado para o Sol, o que provoca um ciclo dia-noite muito incomum em todo o planeta. Nos polos, a pessoa vivenciaria um "dia" de 42 anos terrestres, seguidos de uma "noite" de 42 anos. Enquanto isso, em torno dos equinócios, o Sol fica virado para o equador do planeta, gerando um ciclo dia-noite médio semelhante ao de outros planetas.

Não sabemos ao certo a razão por trás de uma inclinação axial tão extrema. Os cientistas suspeitam que, cerca de 3 a 4 bilhões de anos atrás, um ou vários impactos tenham virado o gigante gelado de lado. Esse encontro também pode ter causado a rotação retrógrada de Urano — junto com Vênus, o planeta azul-esverdeado gira no sentido horário. Enquanto isso, os outros planetas do Sistema Solar giram “normalmente” — no sentido anti-horário.

Qual é a duração de um ano em Urano?

Urano orbita o Sol a cada 84 anos terrestres. Em 2033, o gigante gelado completará sua terceira órbita ao redor do Sol desde o momento de sua descoberta, em 1781.

Qual é a duração de um dia em Urano?

Um dia sideral uraniano tem 17 horas, 14 minutos e 24 segundos e, devido à sua grande distância do Sol, um único dia solar ali tem quase a mesma duração. Isso significa que um ano uraniano dura 42.718 dias solares uranianos.

A que distância está Urano?

Urano é o sétimo planeta a partir do Sol. Apenas Netuno está mais longe (sem levar em conta o planeta anão Plutão).

Qual é a distância entre Urano e o Sol?

A distância de Urano ao Sol é de cerca de 20 UA ou 2 bilhões de quilômetros. Este é apenas um número médio; seguindo uma órbita elíptica, Urano pode atingir as distâncias mínima e máxima em relação ao Sol. Elas são chamadas de afélio e periélio, respectivamente. A distância entre o afélio e o periélio é mais extensa do que a de qualquer outro planeta: cerca de 1,8 UA.

Qual é a distância entre Urano e a Terra?

Os planetas do Sistema Solar estão sempre em movimento, então a distância entre eles muda diariamente. No ponto mais próximo, a Terra está a 2,6 bilhões de quilômetros de Urano. No ponto mais distante, os planetas estão separados por 3,2 bilhões de quilômetros.

Quanto tempo levaria para chegar a Urano?

A Voyager 2, da NASA, levou nove anos e meio para chegar a Urano. A espaçonave foi lançada em agosto de 1977 e fez sua abordagem mais próxima do gigante gelado em 24 de janeiro de 1986. É a única espaçonave que já visitou Urano, então não sabemos ainda se existe uma maneira mais rápida de chegar ao planeta.

Missões para Urano

A Voyager 2 é a única sonda espacial que estudou Urano. Depois de quase uma década viajando pelo espaço, em apenas seis horas, a espaçonave da NASA reuniu informações importantes sobre o planeta gigante, seus anéis e luas.

Várias missões de exploração para Urano foram propostas, mas, até 2021, nenhuma delas havia obtido aprovação final. Por enquanto, recebemos informações sobre o gigante gelado por meio de observações do Telescópio Espacial Hubble e de vários telescópios terrestres poderosos.

Do que Urano é feito?

Junto com seu vizinho Netuno, Urano é um dos dois gigantes gelados do Sistema Solar. Na verdade, Urano é uma bola de gás e gelo.

Formação de Urano

Urano formou-se há cerca de 4,5 bilhões de anos, quando o resto do Sistema Solar tomou forma. Os gelos que formaram Urano e os outros planetas jovianos eram abundantes o suficiente e permitiram que os planetas gigantes se tornassem massivos. Urano provavelmente se formou mais perto do Sol e deslocou-se para o Sistema Solar exterior há cerca de 4 bilhões de anos, onde assumiu o seu lugar como o sétimo planeta a partir do Sol.

Estrutura de Urano

Urano consiste em três camadas: um pequeno núcleo de ferro e níquel no centro, um manto de gelo no meio e uma atmosfera gasosa externa de hidrogênio, hélio e metano. Mais de 80% da massa do planeta é composta por fluidos densos e quentes de água, metano e amônia.

Superfície de Urano

Por ser um gigante gelado, Urano não tem propriamente uma superfície sólida. Sua atmosfera gasosa faz a transição para as camadas líquidas internas. Não seria possível caminhar ou pousar na superfície do planeta porque você simplesmente afundaria (assim como em Júpiter).

Urano também é congelante! É o planeta mais gélido do Sistema Solar, embora não seja o mais distante em relação ao Sol. Não sabemos por que o gigante gelado não tem muito calor. Alguns cientistas acreditam que a razão seria sua inclinação extraordinária; outros sugerem que, após a colisão massiva (mencionada acima), a maior parte do calor interno de Urano tenha se dissipado, esgotando sua temperatura nuclear.

Luas de Urano

Como os outros planetas gigantes, Urano tem um sistema de luas. Enquanto as luas dos outros planetas recebem seus nomes da mitologia grega ou romana, as uranianas foram batizadas em homenagem aos personagens das obras de William Shakespeare e Alexander Pope.

Quantas luas tem Urano?

Urano tem 27 luas conhecidas. Elas se destacam como o sistema lunar com a menor massa entre os dos planetas gigantes. Por exemplo, a massa combinada dos cinco principais satélites (Miranda, Ariel, Umbriel, Titânia e Oberon) seria ainda menos da metade da de Tritão, a maior lua de Netuno, sozinha. Para imaginá-las ainda melhor, imagine que cada uma delas tenha uma área de superfície menor do que o continente da Austrália.

Os satélites uranianos internos consistem em aproximadamente metade água gelada e metade rocha. A composição dos satélites externos continua desconhecida, mas é possível que sejam asteroides capturados.

Qual é a maior lua de Urano?

A maior lua uraniana é chamada Titânia. Com um diâmetro de 1.578 km, tem cerca de metade do diâmetro da Lua da Terra e também é a oitava maior lua do Sistema Solar. Como a nossa Lua, Titânia está sincronizada com seu parceiro, e mostra permanentemente apenas uma face para Urano. A superfície avermelhada de Titânia é coberta por desfiladeiros e escarpas; inúmeras crateras de impacto podem atingir até 326 km de diâmetro.

Anéis de Urano

Os anéis uranianos se tornaram o segundo sistema de anéis planetários a ser descoberto (depois do de Saturno). A descoberta ajudou os astrônomos a perceber que os anéis são uma característica comum dos planetas.

Quantos anéis tem Urano?

Urano tem 13 anéis conhecidos. Em ordem crescente de distância em relação ao planeta, os anéis são chamados 1986U2R/ζ, 6, 5, 4, α, β, η, γ, δ, λ, ε, ν e μ. Os anéis internos são principalmente estreitos, cinza-escuro, e os dois externos (ν e μ) são muito coloridos.

Qual é a composição dos anéis de Urano?

Os anéis uranianos são feitos de gelo de água com a adição de alguns compostos orgânicos escuros processados por radiação. Um estudo de 2016 sugere que os anéis de Urano, junto com os de Saturno e de Netuno, poderiam ser resquícios de planetas anões semelhantes a Plutão que se aproximaram demais dos planetas gigantes. Esses planetas anões foram dilacerados na vasta gravidade dos planetas e hoje estão preservados na forma de anéis.

É possível observar Urano sem telescópio ou binóculo?

Urano é o planeta mais distante do Sistema Solar que pode ser observado sem instrumentos ópticos. No entanto, ele está no limite da visibilidade a olho nu, por isso é preciso uma preparação especial para observá-lo. Primeiro, encontre céus mais escuros, longe das grandes cidades e da poluição luminosa. Então, deixe seus olhos se adaptarem à escuridão para aumentar sua sensibilidade. Fique longe de luzes brilhantes, inclusive telas de celular, por pelo menos 15-30 minutos. Se estiver usando o Sky Tonight, mude para o modo de visão noturna tocando no ícone com estrelas e o crescente no painel de Configurações Rápidas na parte inferior da tela principal.

O último passo é encontrar Urano no céu. Os usuários do Sky Tonight podem fazer isso facilmente digitando “Urano” no campo de Pesquisa (ícone de lupa na parte inferior da tela principal) e tocando no ícone de alvo azul na frente ao nome do planeta. Então, tudo o que você precisa fazer é tocar no ícone da bússola na parte inferior da tela ou apontar o dispositivo para o céu. Siga a seta branca para saber onde Urano está no céu noturno acima de você. A outra maneira de localizar o planeta é usar mapas do céu de sites como theskylive.com.

Próximos eventos

Escolher a noite certa para observação é importante. O Sky Tonight fornece um prático calendário dos eventos astronômicos para cada planeta do Sistema Solar. Encontre Urano usando a Pesquisa e toque no resultado correspondente. Na aba Eventos, você verá a lista dos próximos eventos astronômicos relacionados ao planeta. Note que o melhor momento para observar Urano é durante uma oposição.

14 de março: Urano perto da Lua

  • Hora da aproximação mais próxima: 10:00 GMT
  • Distância da aproximação mais próxima: 3°15'

Em 14 de março, a Lua, iluminada em 26.3%, e Urano se encontrarão na constelação de Áries. Ambos os objetos nascerão durante o dia e alcançarão o ponto mais alto no céu ao pôr do sol. Urano é bastante fraco para ser observado sem auxílio óptico, por isso é melhor levar um par de binóculos.

13 de maio de 2024: Urano em conjunção solar

Em 13 de maio, às 10:45 GMT, Urano estará mais próximo do Sol no céu. A distância aparente entre os dois corpos será de 0°15'. Isso significa que o planeta será inobservável por algumas semanas, pois a luz do sol o ofuscará. Evite observar Urano enquanto estiver perto do Sol: isso pode resultar em cegueira permanente.

1 de setembro de 2024: Urano entra em movimento retrógrado

A partir de 1 de setembro, Urano estará retrógrado. Normalmente, os planetas percorrem o céu de oeste para leste na mesma direção que o Sol (chamado de movimento prógrado). No entanto, existem períodos específicos em que um planeta parece se mover “para trás”, de leste para oeste. Para Urano, este período durará até 30 de janeiro de 2025. Leia nosso artigo dedicado para aprender a ciência por trás desse fenômeno.

17 de novembro de 2024: Urano em oposição

Em 17 de novembro, às 02:36 GMT, Urano alcançará a oposição. O planeta brilhará com uma magnitude de 5.6 na constelação de Touro. Urano ainda será difícil de localizar mesmo no seu ponto mais grande e brilhante, então é melhor procurá-lo com pelo menos um pequeno telescópio. O planeta será melhor observado por volta da meia-noite no horário local.

30 de janeiro de 2025: Urano termina o movimento retrógrado

Em 30 de janeiro, Urano completa sua fase retrógrada e retoma seu movimento “normal”. Ele se moverá “para trás” novamente de 6 de setembro a 4 de fevereiro de 2026. Confira nosso artigo detalhado para entender a ciência por trás do movimento retrógrado e descobrir se é visível no céu.

Dúvidas frequentes

De que cor é Urano?

O metano na atmosfera uraniana faz com que o planeta pareça azul-esverdeado. O gigante gelado é semelhante a Netuno; no entanto, Urano parece mais verde.

Como Urano recebeu esse nome?

O descobridor de Urano, William Herschel, queria batizar o novo planeta de “Estrela de George” em homenagem ao seu patrono, o Rei George III; no entanto, não gostavam desse nome fora da Inglaterra. Eventualmente, o astrônomo alemão Johann Elert Bode, cujas observações ajudaram a identificar o objeto recém-descoberto como um planeta, batizou Urano em homenagem a um antigo deus grego do céu.

Urano é um gigante gasoso?

Urano é um gigante gelado porque é composto principalmente por gelo e materiais rochosos. Saturno e Júpiter contêm mais gás, por isso são chamados de gigantes gasosos.

Você sabia?

  • Chove diamante no núcleo de Urano. A pressão no centro do planeta é tão poderosa que transforma as partículas de carbono em diamantes.
  • Urano costuma ser pronunciado incorretamente em inglês. Existem vídeos no Youtube que explicam como se pronunciar corretamente!
  • Urano foi o primeiro planeta encontrado usando um telescópio. Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter e Saturno eram todos brilhantes o suficiente para serem vistos facilmente a olho nu.
  • Urano é o único planeta que recebe o nome da mitologia grega. Os nomes de todos os outros planetas foram inspirados na mitologia romana.

Agora você sabe por que Urano é o planeta mais estranho do Sistema Solar. Se gostou do artigo, não deixe de compartilhá-lo nas redes sociais. E não se esqueça de assistir ao nosso cartoon sobre Urano!

Com votos de céus claros e boas observações!

Crédito Texto:
Trustpilot