O melhor momento de ver os planetas: o que é oposição na astronomia?

Mars Opposition 2022

A oposição astronômica é o melhor momento para observar a maioria dos planetas do Sistema Solar e outros corpos celestes. Eles aparecem no auge do seu tamanho e brilho no céu noturno. Descubra mais sobre oposições e saiba as melhores datas para ver planetas e asteroides.

Índice

O que significa oposição na astronomia?

A oposição astronômica significa que um planeta está localizado no lado oposto da Terra a partir do Sol. Da nossa perspectiva, isso significa que um planeta em oposição está precisamente a 180 graus do Sol no céu. Por isso, quando o Sol se põe no oeste, um planeta aparece no leste. Além dos planetas, uma oposição pode ser alcançada por cometas, asteroides e alguns outros corpos do Sistema Solar. Um exemplo bem conhecido de oposição é a lua cheia. Durante esse evento, o disco lunar está em oposição ao Sol, portanto totalmente iluminado pela luz da estrela.

Quando será a próxima Lua Cheia em 2022? Confira o nosso calendário de todas as Luas Cheias este ano que inclui datas e horários, nomes, Superluas e muito mais.
Veja Infográfico

Quais planetas podem ser vistos da Terra em oposição?

Visto que uma oposição só pode ocorrer quando a Terra está entre o Sol e outro corpo celeste, esse evento ocorre para os planetas mais distantes do Sol do que a Terra. Eles são Marte, Júpiter, Saturno, Urano e Netuno.

As oposições dos planetas ocorrem quase todo ano quando a Terra atinge com eles a configuração adequada em relação ao Sol. A única exceção é Marte. A órbita e a velocidade orbital do Planeta Vermelho são semelhantes à da Terra, então ela "ultrapassa" Marte somente a cada 27 meses, aproximadamente. É por isso que as oposições de Marte só ocorrem uma vez a cada dois ou três anos. Mercúrio e Vênus estão localizados dentro da órbita da Terra, por isso nunca os veremos em oposição.

Como observar um planeta em oposição?

Para encontrar um planeta em oposição, olhe na direção oposta do pôr do sol. O planeta estará bem posicionado por algumas semanas em torno do momento exato da oposição. Portanto, confira uma previsão para sua localização, encontre uma data aproximada da oposição quando os céus estiverem limpos e vá lá fora observar o planeta brilhante.

Em oposição, você pode avistar a maioria dos planetas a olho nu, mas os verá ainda melhor usando binóculos ou um telescópio. Por exemplo, com um pequeno telescópio de 4 polegadas, você deve conseguir observar os anéis de Saturno, incluindo a Divisão Cassini entre eles. Para ver onde o planeta nascerá em sua localização e o quanto vai brilhar, use o app de observações de estrelas Sky Tonight. O app tem seu próprio calendário de eventos astronômicos e um mapa detalhado do céu noturno.

Por que as oposições planetárias são interessantes?

A oposição é o melhor momento para observar um planeta ou outro corpo celeste. Nessa hora, os objetos são completamente iluminados pelo Sol e brilham intensamente no céu. Além disso, as oposições planetárias ocorrem perto da máxima aproximação de um planeta com a Terra, quando ele aparece em seu tamanho máximo. Marte exibe a mudança de tamanho mais impressionante, porque é o planeta superior mais próximo da Terra. Mais importante, uma oposição nos dá tempo de sobra para observar as estrelas! O objeto celeste é visto ao longo da noite e bem-posicionado no céu da meia-noite. Não é nenhuma coincidência que os asteroides e outros objetos fracos do Sistema Solar muitas vezes são descobertos em sua oposição.

Oposições planetárias em 2023

Aqui está a lista de oposições planetárias que ocorrerão em 2023. O calendário completo de todos os eventos planetários e celestes está disponível no app de observação das estrelas Sky Tonight.

27 de agosto: Saturno em oposição

Em 27 de agosto, às 14:52 GMT (11:52 BRT), Saturno alcançará a oposição na qual será totalmente iluminado pelo Sol e brilhará ao máximo com uma magnitude de 0,4. O planeta anelado será colocado na constelação de Aquário, parecendo um ponto amarelado a olho nu. Você verá a forma oval de Saturno com um par de binóculos, mas precisará de pelo menos um pequeno telescópio de 10 cm para ver seus anéis.

Por alguns dias em torno da oposição, os observadores podem notar um brilho incomum dos anéis de Saturno – conhecido como o Efeito Seeliger. Durante a oposição, o Sol brilha diretamente em Saturno a partir do nosso ponto de vista, de modo que as partículas do planeta e de seus anéis sejam totalmente iluminadas e não lancem sombras. Além disso, a luz solar interage com as partículas nos anéis do planeta e reflete muitas vezes, fazendo com que os anéis pareçam ainda mais brilhantes.

19 de setembro: Netuno em oposição

A oposição de Netuno ocorrerá em 19 de setembro, às 16:54 GMT (13:54 BRT). O planeta brilhará com uma magnitude de 7,8 na constelação de Peixes. Ele nascerá logo após o pôr-do-sol na direção oposta ao Sol, atingirá seu ponto mais alto por volta da meia-noite, hora local, e permanecerá no céu até o amanhecer. Mesmo em seu estado mais brilhante, Netuno será difícil de distinguir no céu noturno, então pegue um telescópio para apreciar a vista do planeta.

3 de novembro: Júpiter em oposição

Júpiter chegará à oposição em 3 de novembro, às 10:44 GMT (07:44 BRT). Procure o ponto ardente na constelação de Áries. Ele brilhará com uma magnitude de -2,9, tornando-o o objeto mais brilhante semelhante a uma estrela depois da “estrela da manhã” Vênus. Não se preocupe se você perder o momento exato da oposição. O planeta estará bem posicionado nas próximas semanas e permanecerá no céu noturno por mais alguns meses.

14 de novembro: Urano em oposição

Em 14 de novembro, às 00:32 GMT (13/11 - 21:32 BRT), Urano chegará à oposição. O planeta brilhará com uma magnitude de 5.6 na constelação de Áries. Mesmo em seu estado maior e mais brilhante, Urano ainda será difícil de detectar, então é melhor procurá-lo com pelo menos um pequeno telescópio. O planeta estará na melhor posição para observar por volta da meia-noite, hora local.

Outras oposições futuras em 2023

Não apenas os planetas, mas também os cometas, asteroides e outros corpos do Sistema Solar podem atingir oposição. É mais desafiador avistar esses eventos, por isso são destinados a astrônomos mais experientes. A oposição também é o melhor momento para caçadores de asteroides. Se quiser descobrir um novo asteroide, é melhor olhar à noite na direção oposta ao Sol, e quem sabe você terá sorte!

Asteróides em oposição

  • 30 de abril, 19:10 GMT (16:10 BRT): 7 Iris (mag 9.6), constelação de Libra.
  • 6 de junho, 11:58 GMT (08:58 BRT): 11 Parthenope (mag 9.3), constelação de Ophiuchus.
  • 7 de julho, 23:58 GMT (20:58 BRT): 15 Eunomia (mag 8.8), constelação de Sagitário.
  • 10 de agosto, 09:34 GMT (06:34 BRT): 10 Hygiea (mag 9.7), constelação de Aquário.
  • 26 de agosto, 23:58 GMT (20:58 BRT): 8 Flora (mag 8.4), constelação de Aquário.
  • 2 de outubro, 04:46 GMT (01:46 BRT): 29 Amphitrite (mag 8.9), constelação de Peixes.
  • 5 de novembro, 14:22 GMT (11:22 BRT): 18 Melpomene (mag 8.2), constelação de Eridanus.
  • 18 de dezembro, 16:46 GMT (13:46 BRT): 37 Fides (mag 9.8), constelação de Auriga.
  • 21 de dezembro, 23:58 GMT (20:58 BRT): 4 Vesta (mag 6.6), constelação de Órion.
  • 22 de dezembro, 21:34 GMT (18:34 BRT): 9 Metis (mag 8.4), constelação de Gêmeos.
  • 28 de dezembro, 16:46 GMT (13:46 BRT): 5 Astraea (mag 9.4), constelação de Órion.

Planetas anões em oposição

  • 21 de março, 17:41 GMT (14:41 BRT): 1 Ceres (mag 7.1), constelação de Coma Berenices.
  • 30 de março, 02:40 GMT (29/03 - 23:40 BRT): 136472 Makemake (mag 17.2), constelação de Coma Berenices.
  • 20 de abril, 16:30 GMT (13:30 BRT): 136108 Haumea (mag 17.3), constelação de Bootes.
  • 22 de julho, 12:26 GMT (09:26 BRT): 134340 Plutão (mag 14.9), constelação de Capricórnio.
  • 18 de outubro, 16:17 GMT (13:17 BRT): 136199 Eris (mag 18.7), constelação de Cetus.

Perguntas frequentes (FAQs)

Quais planetas estão em oposição neste momento?

Saturno é o próximo planeta a alcançar a oposição em 27 de agosto de 2023, às 14h52 GMT. Por enquanto, você pode observar Marte, que alcançou a oposição em 8 de dezembro de 2022. O planeta estará bem-posicionado o mês inteiro, brilhando no céu a noite toda.

Com que frequência ocorrem as oposições planetárias?

Uma oposição planetária ocorre quando a Terra passa entre o Sol e um planeta. Acontece todo ano com os planetas superiores. A única exceção é a oposição marciana. Uma vez que o planeta está bem próximo da Terra e suas órbitas e velocidades orbitais são semelhantes, nosso planeta consegue passar entre Marte e o Sol somente a cada 27 meses, então temos uma oposição marciana em aproximadamente dois ou três anos.

Quanto tempo dura uma oposição?

Diz-se que um planeta está “em oposição” num momento exato, mas o período da oposição dura algumas semanas. Você pode observar o planeta em qualquer data conveniente por volta daquele momento. Ele nascerá no lado oposto ao Sol logo após a estrela se por, atingirá o ponto mais alto à meia-noite, e se porá ao alvorecer.

Qual é o oposto da oposição na astronomia?

O oposto da oposição na astronomia é uma conjunção. Durante a conjunção de um planeta e o Sol, o planeta fica na distância mais próxima do Sol no céu. É o momento mais difícil de se observar o planeta porque o Sol impede a visão. Mas há outras conjunções astronômicas que não envolvem o Sol: por exemplo, conjunções planetárias e conjunções lunares-planetárias. Elas são bem interessantes de se observar!

Resumo: a oposição é a melhor hora de observar planetas porque eles brilham com tamanho e intensidade máxima, visíveis a noite inteira. A boa notícia é que você não precisa pegar o momento exato da oposição para desfrutar o avistamento. Escolha um horário conveniente, afaste-se das luzes da cidade e observe as oposições planetárias em toda sua beleza!

Por favor, se gostou deste artigo, compartilhe-o com seus amigos nas mídias sociais. Com votos de céus claros e boas observações!

Crédito Texto:
Crédito de imagem:Vito Technology, Inc.
Trustpilot