Rover Perseverance a caminho de Marte

~4 min
Rover Perseverance a caminho de Marte

Hoje, em 30 de julho de 2020, a NASA lançou a missão Marte 2020. Durante essa missão, o rover Perseverance será enviado a Marte para estudar o planeta. Nesta matéria, você vai descobrir por que a humanidade quer explorar Marte, quais objetivos espera-se que o Perseverance alcance e quais foram os rovers que o precederam.

Rover Perseverance

Em 30 de julho de 2020 foi lançado o rover Perseverance, que é um dos três principais componentes da missão Marte 2020 da NASA. De acordo com a NASA, o rover vai pousar no Planeta Vermelho em 18 de fevereiro de 2021. O Perseverance foi enviado para a região da cratera Jezero, que os cientistas consideram ser o antigo delta de um rio. O rover passará pelo menos um ano marciano (cerca de 687 dias terrestres) na superfície de Marte.

A estratégia científica da missão estabelece os seguintes objetivos:

  • procurar sinais de vida microbiana no passado e no presente;
  • estudar as condições climáticas em Marte;
  • revelar os processos geológicos que formaram a superfície de Marte;
  • testar tecnologias para a utilização dos recursos naturais do planeta para o suporte à vida (como a produção de oxigênio a partir da atmosfera marciana).

O Perseverance está equipado com instrumentos científicos sofisticados e um sistema de energia por radioisótopos que ajudará a atingir os objetivos estabelecidos. Além disso, o Perseverance é o primeiro rover com microfones; pela primeira vez, a humanidade vai ouvir os sons da superfície marciana. O rover será acompanhado pelo helicóptero Ingenuity, que vai procurar pontos para estudar e planejar a melhor rota.

Acompanhe as missões espaciais, os rovers e satélites mais interessantes com o Solar Walk 2, a enciclopédia do Sistema Solar. Nesse aplicativo, você vai encontrar modelos em 3D de alta qualidade de naves espaciais, estações interplanetárias e satélites, eventos importantes na história da exploração espacial, um calendário astronômico e muito mais.

Por que exploramos Marte?

Segundo os cientistas, Marte é mais semelhante à Terra do que qualquer outro planeta do Sistema Solar. Além disso, as condições ambientais em Marte são as mais adequadas para a exploração. Os estudos do Planeta Vermelho revelaram a presença de moléculas de água em geleiras de Marte e descobriram múltiplos leitos de rios. Quando a atmosfera de Marte foi destruída, parte da água desses rios antigos pode ter evaporado-se no espaço, e a outra parte pode ter transformado-se em gelo eterno sob a superfície de Marte.

Além disso, os dados fornecidos por satélites e telescópios possibilitaram que cientistas detectassem a presença de metano na atmosfera de Marte. A liberação desse gás natural só pode ser causada por atividade vulcânica ou determinados organismos. Não há vulcões ativos em Marte, então a suposição da existência de vida microbiana merece consideração. Os micróbios devem ser procurados no solo e nas geleiras de Marte: a superfície marciana não é habitável devido à atmosfera rarefeita e às grandes quantidades de radiação.

Por causa desses e de outros fatores (como a inclinação axial, a alternância das estações e a diversidade mineral), o planeta é extremamente interessante para estudar. O Perseverance não é o primeiro rover enviado a Marte. Por mais de meio século, a humanidade tem tentado obter informações completas e confiáveis sobre esse planeta. Vamos relembrar os antecessores do Perseverance.

Mars-2 e Mars-3

Mars-2 e Mars-3 foram rovers do Programa Marte soviético, lançados em 19 e 28 de maio de 1971, respectivamente. O Mars-2 não conseguiu pousar e colidiu na superfície de Marte, tornando-se o primeiro objeto feito pelo homem a atingi-la. O Mars-3 conseguiu pousar com sucesso no Planeta Vermelho no dia 2 de dezembro de 1971, mas falhou 20 segundos após a aterrissagem.

Sojourner

Sojourner, o rover da missão Mars Pathfinder, foi o primeiro veículo robótico a transitar em outro planeta. Ele atingiu a superfície de Marte com sucesso em 4 de julho de 1997. O rover analisou a atmosfera, o clima, rochas e o solo do planeta durante três meses. O Sojourner retornou muitas imagens, análises químicas de rochas e do solo e dados sobre o clima marciano.

Spirit e Opportunity

Os rovers gêmeos Spirit e Opportunity aterrissaram em Marte em 4 de janeiro e em 13 de fevereiro de 2004, respectivamente. Esses robôs geológicos da missão Mars Exploration Rovers, da NASA, transportavam instrumentos científicos sofisticados para estudos da atmosfera e da geologia e estavam equipados com baterias solares. O Spirit e o Opportunity encontraram evidências de condições ambientais úmidas intermitentes no passado que poderiam ter suportado vida.

Ambos os rovers permaneceram ativos por mais tempo do que o previsto. Em 2009, o Spirit ficou preso na areia marciana, e sua última comunicação com a Terra ocorreu em 22 de março de 2010. O Opportunity entrou em hibernação em 12 de junho de 2018 devido a uma tempestade de areia que impediu que a luz solar chegasse à superfície de suas baterias solares. O rover cessou as comunicações, e a missão foi declarada concluída em fevereiro de 2019.

Curiosity

Curiosity é o rover da missão Mars Science Laboratory, da NASA, que foi lançado em novembro de 2011. Ele pousou em Marte em 6 de agosto de 2012. Os cientistas enviaram o rover para a cratera Gale, onde é possível observar as camadas mais profundas do solo e onde se vê a história de Marte escrita no solo e nas rochas. O rover está equipado com um sistema de energia por radioisótopos que o torna invulnerável a tempestades de areia e independente de energia solar. No início de sua missão, os instrumentos científicos do Curiosity encontraram evidências químicas e minerais de ambientes habitáveis anteriores em Marte. Em 2020, o Curiosity continua explorando o planeta.

Use o Solar Walk 2 para observar modelos detalhados em 3D do Sojourner, Spirit, Opportunity e Curiosity e saber mais sobre as descobertas incríveis feitas por eles.

Siga-nos nas redes sociais para acompanhar os eventos astronômicos mais importantes.

Crédito Texto:
Crédito de imagem:NASA

Solar Walk 2

Solar Walk 2 logotipo
Baixar na loja de aplicativos
Obtê-lo no Google Play