Novo cometa visível a olho nu, C/2021 O3 (PanSTARRS)

~3 min
Novo cometa visível a olho nu, C/2021 O3 (PanSTARRS)

O sistema Pan-STARRS descobriu recentemente um novo cometa que pode se tornar visível a olho nu até abril de 2022. No artigo de hoje, reunimos tudo o que se sabe sobre o cometa até agora.

O que é o cometa C/2021 O3 (PanSTARRS)?

Em 1º de agosto de 2021, o Minor Planet Center comunicou oficialmente a descoberta do novo cometa. Ele foi denominado C/2021 O3 (PanSTARRS) em homenagem ao telescópio Pan-STARRS que o observou pela primeira vez em 26 de julho de 2021. É o telescópio de 1,8 metro de diâmetro localizado no ​​Observatório Haleakala, no Havaí, EUA. Como mencionamos na nossa página no Facebook, logo após a descoberta o cometa foi temporariamente designado “P11ibiE”.

No momento de sua descoberta, o cometa tinha uma magnitude visual de 20 e estava localizado na constelação de Pégaso. Esse objeto espacial está se movendo em uma órbita elíptica muito alongada e muito provavelmente pertence aos cometas de longo período. Por ora, o C/2021 O3 é um objeto pequeno (cerca de vários arcossegundos), que carece de uma cauda.

O cometa C/2021 O3 (PanSTARRS) é visível?

Mesmo com o auxílio de telescópios, ainda é difícil observar o cometa. No entanto, se ele sobreviver ao periélio, o cometa PanSTARRS pode se tornar um objeto visível a olho nu ou, pelo menos, um alvo binocular. O C/2021 O3 alcançará o periélio em 20 de abril de 2022, a uma distância de 0,29 UA do Sol – tão perto quanto Mercúrio. Mais ou menos ao mesmo tempo, o C/2021 O3 terá a sua magnitude visual máxima de cerca de 5. Em 08 de maio de 2022, o cometa fará a aproximação mais estreita com a Terra, a 0,6 UA, e sua magnitude visual diminuirá para 6,8.

O C/2021 O3 favorecerá o Hemisfério Norte, onde estará visível a partir da segunda quinzena de abril de 2022. Em meados de abril-maio, o cometa se moverá através das constelações de Áries, Touro, Perseu e Camelopardalis (a Girafa). Em 02 de maio de 2022, os observadores terão a chance de avistar um evento único: a Lua crescente, Mercúrio com 0,7 de magnitude e o cometa C/2021 O3 aparecerão simultaneamente perto do aglomerado estelar das Plêiades! Todos os quatro objetos se encaixarão dentro do campo de visão de binóculos grande-angulares (a partir de um campo de visão de 11°).

O cometa C/2021 O3 (PanSTARRS) sobreviverá ao periélio?

Há uma possibilidade de que o cometa C/2021 O3 (PanSTARRS) não sobreviva ao periélio. Essa conclusão é baseada na relação empírica de John Bortle da sobrevivência de cometas de longo período.

Não há tantas previsões com relação às chances de o C/2021 O3 sobreviver ao periélio. Por ora, podemos esperar o aumento da dispersão troposférica do brilho do cometa durante e após o periélio. Aliás, aconteceu o mesmo com o cometa NEOWISE.

C/2021 O3 (PANSTARRS) X C/2020 F3 (NEOWISE)

Obviamente, quando se tratam de cometas, todos nos lembramos do NEOWISE: o cometa mais espetacular de 2020. Existe alguma semelhança entre ele e o C/2021 O3? Vamos comparar rapidamente esses dois objetos espaciais.

O C/2020 F3 (NEOWISE) foi detectado pela primeira vez a uma distância de 2 UA, com uma magnitude de cerca de 17. O C/2021 O3 (PANSTARRS), por sua vez, foi descoberto a uma distância de 4,3 UA, com uma magnitude de cerca de 20. De acordo com algumas previsões, a uma distância de 2 UA, o C/2021 O3 terá uma magnitude visual de cerca de 15,5. No entanto, o cometa recém-descoberto estará 1 UA mais distante da Terra do que estava o NEOWISE.

Tenha em mente que cometas são muito imprevisíveis, e todos os dados (especialmente as previsões de magnitude) podem mudar rapidamente. A gente vai te manter atualizado!

Com votos de céus claros e boas observações!

Crédito Texto:
Crédito de imagem:Erik Bryssinck