A Lua Cheia Fria agracia o céu

~2 min
The Full Cold Moon Graces the Sky

A Lua cheia de dezembro enfeitará o céu no dia 30. Continue lendo para saber como e quando observar a última Lua cheia de 2020, por que ela é chamada de Lua Cheia Fria e por que a Lua cheia de dezembro do extremo norte é especial.

Quando ver a Lua cheia de dezembro de 2020?

A última Lua cheia do ano enfeitará o céu em 30 de dezembro de 2020, às 03:28 GMT. O disco lunar completamente iluminado vai brilhar entre as estrelas da constelação de Gêmeos. Em sua fase cheia, a Lua nasce próximo do pôr do sol, a leste, atinge o seu ponto mais alto no céu em torno da meia-noite, e se põe próximo do nascer do sol.

Tire uma foto incrível da Lua Cheia Fria e de outros objetos celestes bonitos com o aplicativo Ephemeris! O aplicativo ajuda a prever a posição do Sol, da Lua e da Via Láctea, os horários do nascer e do pôr do sol, as horas douradas e azuis, do crepúsculo e de outros momentos especiais para planejar a fotografia perfeita. Além disso, com Ephemeris, você terá acesso a ferramentas poderosas para o planejamento das fotos (bússola 3D, visão em RA, máquina do tempo, busca visual etc.) e nunca perderá paisagens singulares com as notificações do app. De 25 de dezembro de 2020 a 2 de janeiro de 2021, o acesso vitalício a todos os recursos do aplicativo estará disponível com um desconto de até 70%.

Por que é chamada de Lua Fria?

Como sabemos, os nomes tradicionais para as Luas cheias eram associados às características particulares de uma determinada estação do ano. A Lua cheia de dezembro é tradicionalmente conhecida como a Lua Fria; esse nome reflete as condições climáticas severas dessa época do ano no Hemisfério Norte. Outros nomes da Lua cheia de dezembro também se referem ao frio e à neve: Lua da Neve, Lua do Granizo. Também é chamada de Lua da Noite Longa, já que adorna o céu das noites “mais longas” do ano, que ocorrem próximo do solstício de dezembro no Hemisfério Norte.

A Lua cheia de dezembro do extremo norte

Em dezembro, o Sol nasce e se põe nos pontos mais austrais em relação ao equador. Esses nasceres e pores do sol no extremo sul causam dias curtos e noites longas no Hemisfério Norte e dias longos e noites curtas no Hemisfério Sul. Além disso, o Sol permanece abaixo do horizonte e nem nasce nem se põe nas regiões ao norte do Círculo Ártico, enquanto a Lua cheia de dezembro no extremo norte permanece visível durante o dia! Por outro lado, nas regiões ao sul do Círculo Polar Antártico, o Sol brilha acima do horizonte durante 24 horas e a Lua cheia de dezembro permanece abaixo do horizonte.

Desejamos um céu limpo a você!

Crédito Texto:
Crédito de imagem:Vito Technology
Ephemeris logotipo

Ephemeris

Baixar na loja de aplicativos
Obtê-lo no Google Play