Objetos do céu profundo em outubro de 2021

~5 min
Objetos do céu profundo em outubro de 2021

A nova temporada astronômica começou há pouco tempo em todo o mundo, ou seja, você pode sair em busca de novos objetos celestes! No artigo de hoje, vamos nos concentrar em objetos do céu profundo e falar sobre galáxias e aglomerados estelares notáveis que é possível ver em outubro. As datas na nossa lista foram escolhidas para coincidir com a hora em que os objetos estão mais altos no céu e, portanto, são mais fáceis de observar.

Para localizar rapidamente qualquer um dos objetos do céu profundo listados abaixo, você pode usar nossos aplicativos de astronomia: Sky Tonight ou Star Walk 2.

O que são objetos do céu profundo?

O termo “objetos do céu profundo” denota objetos astronômicos tênues fora do nosso Sistema Solar: ou seja, galáxias, nebulosas e aglomerados estelares. Esse termo é usado principalmente por astrônomos amadores. Existem vários catálogos de objetos do céu profundo, sendo que os mais populares são o Messier e o NGC.

1º de outubro: M110

A M110 (também conhecida como NGC 205) pertence à classe das galáxias elípticas anãs. É a maior e mais brilhante das galáxias satélites que orbitam a Galáxia de Andrômeda. Em 1º de outubro, a M110 terá magnitude de 8,1 e estará visível na constelação de Andrômeda por meio de telescópios de médio porte. Esta galáxia é principalmente um alvo do Hemisfério Norte, pois não pode ser observada em locais ao sul de 28° de latitude sul.

2 de outubro: Galáxia de Andrômeda e M32

A Galáxia de Andrômeda (também conhecida como M31 ou NGC 224) é a grande galáxia espiral mais próxima da Via Láctea. Como inicialmente essa galáxia era considerada uma nebulosa, às vezes você também pode ouvi-la sendo chamada de Nebulosa de Andrômeda.

A Galáxia de Andrômeda é um objeto muito popular entre os astrônomos iniciantes. E não é de admirar, pois é o objeto mais distante que é possível ver a olho nu! Em 2 de outubro, essa galáxia brilhará com uma magnitude de 3,4 na constelação de Andrômeda. Aconselhamos utilizar binóculos ou um pequeno telescópio para observá-la.

Outro objeto que é possível ver em 2 de outubro é o M32 (NGC 221). É o segundo satélite mais brilhante da Galáxia de Andrômeda (depois do M110). É possível encontrá-lo no céu perto da sua galáxia progenitora. Com uma magnitude de 8,1, o M32 será observável através de um telescópio de médio porte.

Observe que tanto a Galáxia de Andrômeda quanto o M32 não podem ser vistos de latitudes muito ao sul de 28° de latitude sul.

3 de outubro: Galáxia do Escultor

A galáxia espiral NGC 253 tem vários nomes, incluindo Galáxia do Escultor, Moeda de Prata e Dólar de Prata. É uma das galáxias mais brilhantes do céu e pode ser vista através de binóculos (embora ainda seja preferível usar um telescópio). Em 3 de outubro, a NGC 253 terá magnitude de 7,1 e estará localizada na constelação do Escultor. Essa galáxia é facilmente visível do Hemisfério Sul, mas não pode ser vista de locais muito ao norte de 44° de latitude norte.

4 de outubro: Pequena Nuvem de Magalhães

A Pequena Nuvem de Magalhães (SMC) é uma galáxia anã irregular posicionada perto da nossa Via Láctea. Em 4 de outubro, a Pequena Nuvem de Magalhães brilhará com uma magnitude de 2,7 na constelação do Tucano. Você pode tentar localizar essa galáxia brilhante a olho nu, mas ainda é recomendado usar binóculos ou um pequeno telescópio. A SMC é visível de qualquer local ao sul do equador, mas é praticamente inobservável do Hemisfério Norte.

7 de outubro: NGC 362

O próximo objeto do céu profundo na nossa lista está perto da Pequena Nuvem de Magalhães e também só é observável no Hemisfério Sul. O NGC 362 (também conhecido como Caldwell 104) é um aglomerado globular espetacular que contém centenas de milhares de estrelas. Em 7 de outubro, o NGC 362 terá magnitude de 6,6 e estará posicionado na constelação do Tucano. Pegue um par de binóculos ou um telescópio pequeno para vê-lo no céu.

15 de outubro: Galáxia do Triângulo

A Galáxia do Triângulo (também conhecida como M33 ou NGC 598) é a terceira maior galáxia do chamado Grupo Local, que inclui as galáxias da Via Láctea e de Andrômeda. Em 15 de outubro, sua magnitude visual chegará a 5,7, por isso estará brilhante o suficiente para ser observada com binóculos. Procure essa galáxia espiral na constelação do Triângulo. A Galáxia do Triângulo é um objeto do céu setentrional, difícil de ser observado no Hemisfério Sul.

26 de outubro: Aglomerado Duplo

O Aglomerado Duplo (Caldwell 14) ocupa uma área com o dobro do tamanho de uma Lua Cheia no céu e consiste em dois aglomerados abertos. O NGC 869 (também conhecido como h Persei) representa a metade ocidental do Aglomerado Duplo, enquanto o NGC 884 (χ Persei) representa sua metade oriental. Em 26 de outubro, o NGC 869 estará brilhando com uma magnitude de 4,3, enquanto o NGC 884 terá uma magnitude de 6,1. Você pode usar binóculos ou um pequeno telescópio para observar as duas metades do Aglomerado Duplo na constelação de Perseu. Observe que esses objetos do céu profundo não podem ser observados em locais ao sul de cerca de 30º de latitude sul.

31 de outubro: Galáxia Anã de Fornax

O último objeto do céu profundo da nossa lista é um alvo astronômico bastante desafiador. A Galáxia Anã Esferoidal de Fornax é um satélite da Via Láctea. Ela está posicionada na constelação de Fornax e contém seis aglomerados globulares que são mais fáceis de ver do que a própria galáxia. Em 31 de outubro, a galáxia terá uma magnitude de 9,0 e exigirá um telescópio pelo menos de tamanho médio para ser discernida. Se você tiver um telescópio pequeno, pode tentar ver os aglomerados globulares brilhantes da galáxia. A Galáxia Anã de Fornax é um objeto do céu meridional que é difícil de observar em locais ao norte de 35° de latitude norte.

Observe objetos do céu profundo no Sky Tonight!

No aplicativo de observação de estrelas Sky Tonight, você encontrará mais de 90.000 objetos do céu profundo. O aplicativo inclui galáxias, nebulosas e aglomerados estelares de diferentes catálogos: Messier, NGC, Caldwell, Collinder, Melotte, IC, PGC e outros. Todos os objetos do céu profundo estão disponíveis gratuitamente desde o princípio. Para encontrar um objeto de seu interesse, basta tocar no ícone da lupa, digitar o nome do objeto ou a designação do catálogo no campo de busca e tocar no ícone de alvo. O aplicativo mostrará imediatamente a localização do objeto no céu acima de você.

Obrigado por ler este artigo. Se você conseguir ver qualquer um dos objetos do céu profundo mencionados acima, compartilhe sua experiência com a gente nas redes sociais. Para saber mais sobre objetos do céu profundo, responda ao nosso divertido quiz chamado “Adivinhe a nebulosa!”. Desejamos um céu limpo e boas observações a você!

Crédito Texto:
Crédito de imagem:Vito Technology, Inc.
Trustpilot