35º aniversário da Estação Espacial Mir

~3 min
Mir Space Station

Em 20 de fevereiro de 1986, a União Soviética lançou em órbita o módulo central da estação Mir. No artigo de hoje, vamos falar sobre a história dessa estação espacial e a sua contribuição para o nosso conhecimento sobre o espaço.

Você também pode assistir ao nosso vídeo sobre a estação.

Quando começou a construção da Estação Espacial Mir?

A ideia da Estação Espacial Mir surgiu no fim de 1970. Já tendo lançado uma série de estações orbitais de um único módulo chamadas Salyut, a URSS começou a pensar na construção de uma estação multimodular para o uso no longo prazo.

O processo de construção começou em 1979. No total, 280 organizações trabalharam nesse projeto ambicioso. Em 1986, a União Soviética lançou com sucesso em órbita o módulo central, e, nos 10 anos seguintes, mais seis módulos foram acrescentados a ele. O módulo central servia como os aposentos principais dos astronautas, enquanto os outros módulos continham principalmente equipamentos científicos. Com seus sete módulos, a Mir pesava cerca de 130 toneladas e era o maior satélite artificial na órbita da Terra naquela época.

Para que foi usada a Mir?

A Mir foi usada principalmente como um laboratório espacial para pesquisas científicas. A tripulação fez cerca de 23.000 experimentos e estudos em biologia, física, astronomia e meteorologia. O objetivo principal foi desenvolver tecnologias necessárias para viver no espaço. Um exemplo notável de uma experiência realizada na Mir foi cultivar a primeira safra de trigo produzida de semente à semente no espaço.

A tripulação da Mir também atingiu recordes da mais longa estadia contínua no espaço. O astronauta russo Valeri Polyakov viveu a bordo da Mir numa única estadia de 437 dias, 17 horas e 38 minutos. A astronauta Shannon Lucid, da NASA, registrou o recorde para as mulheres, tendo passado 188 dias, 4 horas e 00 minuto em órbita. As experiências dos astronautas tiveram grande valor científico e contribuíram muito para os estudos biomédicos de voos espaciais tripulados de longo prazo.

A estação também foi usada como um lugar para colaboração internacional. Ao longo de sua vida, a Mir hospedou 125 astronautas de 12 países diferentes, incluindo os Estados Unidos, França, Alemanha e Japão. Em 1995, durante o programa espacial colaborativo chamado Shuttle-Mir, o ônibus espacial americano Atlantis acoplou-se pela primeira vez à estação Mir. Ele tornou-se a primeira nave espacial dos EUA a acoplar-se a uma nave russa desde o Projeto Teste Apollo-Soyuz, em 1975.

O que aconteceu com a Estação Espacial Mir?

Infelizmente, a história da Mir não envolve apenas conquistas e recordes mundiais. A estação sobreviveu a vários acidentes, incluindo um incêndio e uma colisão com o veículo de abastecimento Progress, que ameaçaram a segurança da tripulação.

Além disso, em 2001, os sistemas da estação já estavam em uma condição relativamente precária e poderiam falhar a qualquer momento. Isso não era surpreendente, porque, inicialmente, a Mir deveria ter tido uma vida útil de apenas cinco anos. No entanto, a estação foi usada por quinze anos e sobreviveu mais tempo que o país onde foi projetada e construída.

Então, devido a uma série de acidentes perigosos, além de razões técnicas e financeiras, a Mir foi retirada de órbita em março de 2001. A maior parte das peças da estação queimou na atmosfera da Terra; os fragmentos que não queimaram caíram no “cemitério de naves espaciais”, no sul do Oceano Pacífico.

Embora a Mir não esteja mais funcionando, ela fez uma grande contribuição para o progresso da ciência espacial mundial. O design modular da estação formou as bases tecnológicas da sua sucessora imediata: a ISS. A colaboração intercultural que agora é padrão na ISS também começou na estação Mir.

Se você quiser saber mais sobre a Estação Espacial Mir, faça o download do aplicativo Solar Walk 2. Ele contém um modelo interativo do Sistema Solar, além de informações sobre missões espaciais famosas. Abra o aplicativo, toque no ícone da lupa e digite “Mir” no campo de busca. Você verá um modelo 3D realista da estação e terá acesso a mais fatos históricos sobre ela. Aliás, apenas nos dias 20 e 21 de fevereiro você poderá obter a versão paga do Solar Walk 2 e acesso vitalício a todo o seu conteúdo com até 70% de desconto! Não perca a oportunidade!

Obrigado por ler este artigo. Compartilhe-o com seus amigos se você curtiu!

Crédito Texto:
Crédito de imagem:Vito Technology
Solar Walk 2 logotipo

Solar Walk 2

Baixar na loja de aplicativos
Obtê-lo no Google Play