Top 10 Eventos Astronômicos 2023: chuvas de meteoros, eclipse solar e muito mais

~4 min
Best Events 2023

Em 2023, veremos um cometa brilhante, um eclipse solar híbrido raro e outros eventos astronômicos únicos. Confira a lista a seguir e circule as melhores noites para observar as estrelas em seu calendário!

Conteúdo

4 de janeiro: Pico da chuva de meteoros das quadrântidas#

O ano começa com as Quadrântidas. É uma das chuvas de meteoros mais ativas do ano: sua taxa horária varia de 60 a 200. Também é conhecida por produzir bolas de fogo. Infelizmente, neste ano, o pico ocorre dois dias antes da Lua Cheia. É melhor começar as observações pela manhã, entre o pôr da lua e o nascer do sol: assim, você terá 1-2 horas sem a Lua iluminada, em torno de 92%, iluminando o céu. No Hemisfério Norte, o radiante está sempre alto no céu. Quanto mais ao sul, mais provável será que apareça acima do horizonte durante o dia.

1º de fevereiro: O cometa C/2022 E3 (ZTF) atinge o brilho máximo#

Até o final de janeiro de 2023, o cometa C/2022 E3 (ZTF) passará pelo periélio e, em 1º de fevereiro, chegará mais próximo da Terra. Será o melhor dia para observar o cometa porque, neste momento, será o mais brilhante. Atualmente, o C/2022 E3 (ZTF) pode ser visto através de um telescópio. No início de fevereiro, ele ficará brilhante o suficiente para ser visível através de binóculos ou, de acordo com algumas previsões, mesmo a olho nu. Neste ano, este será o único cometa com tamanho brilho, então não perca!

20 de abril: Eclipse solar híbrido#

Em abril, teremos a chance de ver um raro eclipse híbrido total/anular, que é um eclipse que muda sua aparência à medida que a sombra da Lua se move pela Terra. Eclipses desse tipo são raros: por exemplo, neste século, teremos apenas 7 deles. Na maioria dos casos, um eclipse híbrido começa como anular, torna-se total e, em seguida, reverte para anular. Observadores da Austrália, Indonésia e Timor Leste testemunharão este evento único; as regiões circundantes verão um eclipse solar parcial.

Lista dos 5 próximos eclipses lunares e solares, suas datas, cronogramas e mapas de visibilidade. Verifique se você os verá a partir da sua localização!
Veja Infográfico

17 de maio: Ocultação lunar de Júpiter#

A ocultação lunar é rara e difícil de observar: só é visível de certas partes do mundo. Desta vez, o evento celestial incomum será visível de partes das Américas e da Europa. Observadores verão a Lua passando na frente de Júpiter. O planeta brilhante desaparecerá atrás do disco lunar quase invisível e reaparecerá uma hora depois. O resto do mundo verá o fino crescente lunar brilhando muito perto do planeta. Da próxima vez, veremos a Lua ocultando Júpiter em 2026, então é melhor aproveitar o momento neste ano.

13 de agosto: Pico da chuva de meteoros das Perseidas#

A chuva de meteoros das Perseidas é uma das chuvas mais populares e abundantes do ano. Pode produzir até 100 meteoros por hora. Neste ano, o pico das Perseidas ocorre dois dias antes da Lua Nova, então as condições de observação são favoráveis. Esta chuva de meteoros é visível principalmente do Hemisfério Norte, onde o radiante está sempre acima do horizonte.

27 de agosto: Saturno na oposição#

Uma vez por ano, a Terra fica entre Saturno e o Sol, de modo que o planeta anelado fica oposto à estrela no céu: quando o Sol se põe no oeste, Saturno nasce no leste. Neste momento, o planeta parece maior e mais brilhante do que o normal, então é a melhor chance de observá-lo. Através de binóculos, Saturno aparecerá como um disco de forma oval; um telescópio revelará os anéis. Você vai encontrá-lo brilhando a uma magnitude de 0,4 na constelação de Aquarius.

31 de agosto: A maior lua cheia de 2023#

A Super Lua, que ocorre em 31 de agosto de 2023, se aproximará da Terra mais do que outras Luas Cheias do ano e se tornará a mais brilhante e proeminente do ano. Além disso, será uma Lua Azul ou a segunda Lua Cheia em um mês civil (note que o nome não tem nada a ver com a cor real da Lua). Não se esqueça de dar um passeio sob o luar, e leia nosso artigo para aprender como distinguir uma Super Lua de uma Lua Cheia normal.

14 de outubro: Anel de Fogo – eclipse solar anular#

Outro eclipse solar será visível sobre os continentes norte e sul-americano. Observadores dos Estados Unidos, México, Belize, Honduras, Nicarágua, Panamá, Colômbia e Brasil verão um “anel de fogo”, ou anel – o anel brilhante da luz solar ao redor da Lua. O resto do Hemisfério Ocidental experimentará um eclipse parcial. O próximo eclipse solar desse tipo acontecerá em um ano e só será visível do Chile e da Argentina.

3 de novembro: Júpiter na oposição#

Sendo o 3º objeto mais brilhante no céu noturno (depois da Lua e Vênus), Júpiter é geralmente claramente visível. Em 3 de novembro de 2023, alcançará a oposição e será o mais brilhante do ano (com uma magnitude aparente de -2,9) na constelação de Áries. O planeta pode ser observado a olho nu; pegue binóculos ou um telescópio para ver as luas galileanas ao redor de Júpiter.

14 de dezembro: Pico da chuva de meteoros das Gemínidas#

As Gemínidas brilhantes são geralmente a chuva de meteoros mais forte e confiável do ano. É conhecida por produzir até 150 meteoros multicoloridos por hora. A perspectiva espetacular pode ser vista em ambos os hemisférios. Observadores das latitudes do norte podem começar as observações à noite. Os observadores de estrelas do Hemisfério Sul terão que esperar um pouco mais: o radiante subirá acima do horizonte apenas por volta da meia-noite.

Ideia Principal: Agora você já sabe em quais eventos celestiais prestar atenção em 2023. Siga-nos nas redes sociais e confira o calendário astronômico em Star Walk 2 e Sky Tonight para não perdê-los!

Com votos de céus claros e boas observações!

Crédito Texto:
Crédito de imagem:Vito Technology, Inc.
Trustpilot