Aglomerados estelares em março de 2022

~3 min
Aglomerados estelares em março de 2022

Os aglomerados estelares (juntamente com as galáxias e nebulosas) pertencem à categoria de “objetos do céu profundo” — objetos tênues do espaço que se encontram fora do nosso Sistema Solar. Neste artigo, vamos falar sobre quatro aglomerados estelares que você pode ver neste mês de março; dois deles estarão acompanhados da Lua!

3 de março: as Plêiades do Sul

As Plêiades do Sul (também conhecidas como IC 2602 ou Aglomerado Theta Carinae) são um aglomerado estelar aberto na constelação de Carina (Quilha). Como você pode adivinhar pelo apelido, esse aglomerado estelar só é visível no Hemisfério Sul. Com a magnitude de 1,9, é mais tênue do que a sua contraparte do Norte — as Plêiades — mas ainda pode ser avistado a olho nu. Contudo, recomendamos utilizar binóculos ou um telescópio para observá-lo. Em 3 de março, as Plêiades do Sul subirão alto no céu ao redor da meia-noite da hora local.

Você pode localizar facilmente esse objeto do céu profundo com o aplicativo Sky Tonight. Toque no ícone da lupa, digite “IC 2602” no campo de busca e, em seguida, toque no ícone de alvo — você verá a posição atual das Plêiades do Sul.

8 de março: as Plêiades e a Lua

As Plêiades (também conhecidas como M45) são um belo aglomerado aberto na constelação de Touro. É não só um dos aglomerados estelares mais próximos de nós, mas também o objeto Messier mais próximo — sua distância da Terra é igual a cerca de 444 anos-luz. As Plêiades são fáceis de avistar no céu: a olho nu, elas se parecem um pouco com a Ursa Menor, compostas por seis estrelas brilhantes. Com um par de binóculos, você conseguirá ver mais estrelas no aglomerado. Em 8 de março, as brilhantes Plêiades (magnitude de 1,2) estarão acompanhadas da Lua crescente no céu. Nosso satélite natural estará posicionado a 3,8° de distância do aglomerado estelar na aproximação mais estreita.

What’s bigger: lunar distance, astronomical unit, or light-year? How are these units used? Check out our infographic to find these out!
Veja Infográfico

9 de março: o Aglomerado Poço dos Desejos

O Aglomerado Poço dos Desejos (também conhecido como NGC 3532 ou Aglomerado Alfineteiro) é um aglomerado estelar aberto na constelação de Carina (Quilha). Fato histórico: foi o primeiro alvo observado pelo Telescópio Espacial Hubble. Em uma noite escura e límpida, você conseguirá ver o NGC 3532 a olho nu como uma mancha nebulosa no céu. Através de binóculos ou de um telescópio, esse deslumbrante objeto do céu profundo se parece com uma coleção de moedas de prata espalhadas no fundo de um poço — daí um dos seus apelidos. Se você mora no Hemisfério Sul, aproveite para observar o Aglomerado Poço dos Desejos no dia 9 de março. Ele subirá alto no céu por volta da meia-noite, hora local, e terá uma magnitude aparente de 3.

14 de março: o Aglomerado da Colmeia e a Lua

O Aglomerado da Colmeia (também conhecido como M44, NGC 2632 e Presépio) é um aglomerado estelar aberto na constelação de Câncer. Outro fato histórico: em 2012, astrônomos encontraram planetas orbitando estrelas semelhantes ao Sol nesse mesmo aglomerado. Aqueles foram os primeiros planetas descobertos num ambiente estelar denso.

Em condições favoráveis, o Aglomerado da Colmeia (magnitude de 3,7) pode ser visto a olho nu como uma mancha borrada de luz no céu. Com binóculos 10x50, você poderá ver até 20 estrelas no aglomerado. Sugerimos que você tente observar o Aglomerado da Colmeia em 14 de março, quando ele formará um par com a Lua crescente convexa no céu. Na aproximação mais estreita, a Lua estará posicionada a 3,7° de distância do aglomerado estelar.

Com votos de céus claros e boas observações!

Crédito Texto:
Crédito de imagem:Vito Technology, Inc.
Trustpilot