Estrelas Cadentes Hoje à noite: Próximas Chuvas de Meteoros em Novembro de 2022

~4 min
Estrelas Cadentes Hoje à noite: Próximas Chuvas de Meteoros em Novembro de 2022

Normalmente, novembro não pode ostentar chuvas de meteoros prolíficas, mas este ano pode surpreender os observadores de estrelas. Aqui está uma lista de cinco chuvas atingindo seus picos de atividade neste mês.

Conteúdo

Também recomendamos a leitura do nosso artigo anterior se quiser conferir dicas úteis sobre a observação de meteoros.

4 e 5 de novembro: Táuridas do Sul

  • THZ: 5
  • Iluminação da Lua: 87%
  • Atividade: de 10 de setembro a 20 de novembro
  • Localização do radiante: constelação de Touro
  • Visível a partir de: todos os lugares

As Táuridas do Sul já atingiram o auge em 10 de outubro e, em breve, testemunharemos outro auge de atividade. Essa chuva de meteoros é um dos dois ramos do grande fluxo de meteoros Táuridas, que está associado ao cometa Encke. As Táuridas do Sul são uma chuva de meteoros bastante fraca que raramente produz mais de cinco meteoros por hora. Além disso, neste ano, a Lua estará muito brilhante e não permitirá que você aprecie as estrelas cadentes.

11 e 12 de novembro: Táuridas do Norte

  • THZ: 5
  • Iluminação da Lua: 88%
  • Atividade: de 20 de outubro a 10 de dezembro
  • Localização do radiante: constelação de Touro
  • Visível a partir de: todos os lugares

As Táuridas do Norte também fazem parte do amplo fluxo das Táuridas. Como sua contraparte do sul, essa chuva de meteoros é bastante modesta e provavelmente não dará um show espetacular em novembro. Além disso, a Lua, que recentemente atingiu a fase completa, brilhará muito intensamente no céu. Para aproveitar melhor as Táuridas do Norte, comece suas observações à meia-noite, quando a constelação do Touro está mais alta no céu.

17 e 18 de novembro: Leônidas ⭐

  • THZ: 15 (possivelmente 250)
  • Iluminação da Lua: 36%
  • Atividade: 6 a 30 de novembro
  • Localização do radiante: constelação de Leão
  • Visível a partir de: todos os lugares

As Leônidas, associadas ao cometa Tempel-Tuttle, são famosas por produzir tempestades de meteoros de tirar o fôlego. Essas tempestades ocorrem a cada 33 anos. Por exemplo, em 1966, os observadores na América do Norte puderam ver milhares de meteoros por hora. Embora a maioria das fontes preveja uma atividade de Leônidas usual neste ano, há uma chance de vermos outra exibição espetacular! Por exemplo, o Meteoroid Environment Office (MEO) da NASA diz que este fluxo pode produzir de 50 a mais de 200 meteoros por hora em 2022.

As datas e horários para o pico das Leônidas variam em diferentes fontes. O MEO afirma que o pico ocorrerá em 10 de novembro (que pode ser um erro de digitação) às 21:30 GMT (18:30 BRT). O astrônomo Mikhail Maslov diz que haverá dois picos de atividade — em 17 e 19 de novembro. De acordo com sua previsão, em 17 de novembro, veremos uma taxa usual de 10 a 15 meteoros, e em 19 de novembro, por volta das 06:00 GMT (03:00 BRT), as Leônidas produzirão de 250-300 meteoros excepcionalmente brilhantes por hora. O astrônomo Bill Cooke também menciona um pico de Leônidas adicional em 19 de novembro (embora ele não diga nada sobre uma explosão incomum de atividade).

Uma chuva de meteoros prolífica é um evento raro e bonito. Para não o perder, sugerimos que procure estrelas cadentes em todas as datas indicadas — 10, 17 e 19 de novembro. E siga as nossas notícias de observação de estrelas para se manter atualizado!

20 e 21 de novembro: Alfa Monocerotídeas

  • THZ: variável
  • Iluminação da Lua: 11%
  • Atividade: 15 a 25 de novembro
  • Localização do radiante: constelação de Monoceros
  • Visível a partir de: todos os lugares

O corpo progenitor das Alfa Monocerotídeas é desconhecido, mas é provavelmente um cometa de longo período com um período orbital de cerca de 500 anos. Embora seja conhecido que as Alfa Monocerotídeas mostrem explosões de atividade com uma taxa horária zenital de mais de 1.000 meteoros, os astrônomos não fizeram essas previsões para este ano. Muito provavelmente, essa chuva de meteoros produzirá apenas alguns meteoros por hora. Mas a Lua mal estará iluminada, então dê às Alfa Monocerotídeas uma chance, pois as condições de observação são favoráveis.

27 e 28 de novembro: Oriônidas de Novembro

  • THZ: 3
  • Iluminação da Lua: 22%
  • Atividade: 13 de novembro a 6 de dezembro
  • Localização do radiante: constelação de Órion
  • Visível a partir de: todos os lugares

As Oriônidas de Novembro, cujo corpo progenitor ainda não foi confirmado, são um fluxo de meteoros bastante fraco, com uma taxa de apenas três meteoros por hora. O bom é que, durante o pico da chuva, a Lua estará na fase crescente, então sua luz não representará um grande problema. A maior taxa de meteoros é esperada antes do amanhecer de 28 de novembro.

Conclusão: Cinco chuvas de meteoros atingirão o pico em novembro; há uma chance de vermos mais de 200 meteoros de Leônidas por hora! Para encontrar rapidamente qualquer chuva de meteoros radiante no céu ou determinar a fase da Lua para qualquer data, use os aplicativos de observação de estrelas Star Walk 2 ou Sky Tonight.

Crédito Texto:
Crédito de imagem:Vito Technology, Inc.
Trustpilot