O que ver no céu no início de novembro?

~3 min
O que ver no céu no início de novembro?

Novembro chega com novos eventos astronômicos chamativos! A Lua vai se deslocar para o céu pós-meia-noite até o fim da semana, deixando as noites mais escuras em todo o mundo. Marte continua a sua esplêndida exibição durante toda a noite, enquanto Júpiter e Saturno só brilham durante o início da noite, e Mercúrio se junta a Vênus antes do amanhecer. Continue lendo para saber o que ver no céu de 3 a 8 de novembro de 2020.

Pico da chuva de meteoros Táuridas do Sul

A chuva de meteoros Táuridas do Sul, que ocorre em todo o mundo de 23 de setembro a 19 de novembro todos os anos, atingirá o seu pico de cerca de 10 meteoros por hora na quinta-feira, 5 de novembro. A chuva de meteoros fraca e duradoura é derivada de detritos deixados pela passagem do cometa periódico 2P/Encke. Os grãos maiores do que a média das partículas desse cometa costumam produzir bolas de fogo coloridas.

A Lua esta semana

Após a Lua cheia do Halloween do sábado à noite, a companheira celestial da Terra vai brilhar intensamente no céu da noite para observadores em todo o mundo durante a maior parte desta semana. Porém, com a Lua na fase minguante e nascendo muito mais tarde todas as noites, teremos um céu noturno mais escuro no próximo fim de semana.

Na segunda-feira à noite, o movimento orbital da Lua a levou para perto do aglomerado estelar Híades, na constelação de Touro. A estrela brilhante e laranja Aldebarã, que ocupa a posição do olho sul do Touro, está brilhando nas proximidades. Na quarta-feira à noite, a Lua nascerá entre as estrelas de Gêmeos. Ficará posicionada abaixo do grande aglomerado estelar aberto designado Messier 35 (ou a Fivela de Sapato). Na sexta-feira e no sábado à noite, a Lua muito menos iluminada passará um tempo entre as estrelas fracas de Câncer.

A Lua encerrará esta semana exibindo seu *último quarto**, que ocorrerá às 13:46 GMT do domingo. No último quarto, a Lua sempre nasce em torno da meia-noite e permanece visível no céu diurno do sul por toda a manhã – deixando as nossas noites deliciosamente escuras!

Os planetas brilhantes

Bem antes das 18:00 da hora local esta semana, o muito brilhante e branco Júpiter ficará visível na parte inferior do céu ao sul. Pouco tempo depois disso, Saturno mais apagado e amarelado aparecerá no canto superior esquerdo de Júpiter. Nossa temporada de visualizações claras desses dois planetas está quase no fim. Após as 20:30 no seu fuso horário local, eles vão descer no céu a sudoeste e brilhar através de um véu muito mais espesso na atmosfera da Terra.

Esta semana, o muito brilhante e avermelhado Marte já estará subindo a parte inferior do céu a leste quando estiver escuro lá fora. Marte vai subir para seu ponto mais alto – e a melhor posição de observação – às cerca de 22:30 da hora local.

Urano, azul-esverdeado, atingiu no sábado a oposição e sua melhor visibilidade em 2020. Naquela noite, ficou mais próximo da Terra este ano: a uma distância de 2,81 bilhões de quilômetros. Sua distância mínima da Terra fará com que ele brilhe com um brilho máximo de magnitude 5,7 e pareça um pouco maior em telescópios durante as semanas que cercam a oposição. Tente observar Urano durante a madrugada, quando ele estará mais alto no céu. O planeta azul-esverdeado está brilhando entre as estrelas da constelação de Áries.

Netuno, que nasce no meio da tarde, está localizado entre as estrelas do nordeste de Aquário, à esquerda da estrela de brilho médio Phi (φ) Aquarii. Esta semana, Netuno já estará na parte inferior do céu após o anoitecer. Então, ele subirá mais alto até as 20:45 da hora local, quando você terá uma visão mais clara dele, enquanto estará quase na metade do céu ao sul.

Vênus tem brilhado no céu a leste antes do amanhecer já há algum tempo. Esta semana, ele nascerá aproximadamente às 4 horas da manhã, hora local, e permanecerá visível no céu a leste até o nascer do sol. Esta semana, o planeta atravessará as estrelas de Virgem. Vênus se posicionará à direita da estrela brilhante dupla Porrima daquela constelação na quinta-feira de manhã.

Para observadores do Hemisfério Norte, novembro oferecerá uma excelente oportunidade para ver Mercúrio no céu a leste antes do amanhecer; mas será uma aparição de baixa qualidade para quem está localizado perto do equador e mais ao sul. Você pode procurar o planeta veloz posicionado muito baixo sobre o horizonte a leste-sudeste, um pouco para a esquerda de Vênus, a partir de segunda-feira de manhã após as 06:45 da hora local. Na próxima terça-feira, Mercúrio atingirá um ângulo máximo a partir do Sol e o auge da sua visibilidade.

Continue olhando para cima e apreciando o céu!

Crédito Texto:
Crédito de imagem:Shawn DeGroot

Star Walk 2

Star Walk 2 logotipo
Baixar na loja de aplicativos
Obtê-lo no Google Play