Chuvas de meteoros da próxima temporada

~3 min
Chuvas de meteoros da próxima temporada

Seis chuvas de meteoros vão atingir seus picos de março a junho de 2022. Continue lendo para saber qual é o melhor momento para observá-las no céu.

Índice

Preparando-se para caçar meteoros? Faça nosso teste para atualizar seus conhecimentos sobre meteoros.

Qual fase da Lua é preferível para observar as estrelas cadentes? Onde você deve olhar para ver a maioria dos meteoros? Com este teste, você pode testar seus conhecimentos sobre as chuvas de meteoros e obter dicas úteis sobre como capturar o maior número de estrelas cadentes.
Responda ao questionário!

14 de março: Gama Normídeos

  • Designação: 118 GNO
  • THZ (Taxa Horária Zenital): 6
  • Iluminação da Lua: 89%
  • Atividade: 25 de fevereiro a 28 de março
  • Localização radiante: Constelação Norma
  • Visível de: Hemisfério Sul

A chuva de meteoros Gama Normídeos (γ-Normídeos) é um fluxo de meteoros fraco com um período de atividade incerto. Geralmente sua atividade vai de 25 de fevereiro a 28 de março. A previsão do pico de meteoros em 2022 deve ser por volta de 14 de março. A luz da Lua pode causar condições de observação desfavoráveis.

22 de abril: Líridas

  • Designação: 006 LIR
  • THZ (Taxa Horária Zenital): 18
  • Iluminação da Lua: 55%
  • Atividade: 14 a 30 de abril
  • Localização radiante: Constelação de Lyra
  • Visível de: Hemisfério Norte

As Líridas é uma das chuvas de meteoros há muito conhecida, que tem sido observada e relatada anualmente desde 687 a.C. O pico das Líridas em 2022 será em 22 de abril.

Os meteoros das Líridas são partes de detritos do periódico Cometa C/1861 G1 Thatcher. O número máximo de meteoros normalmente varia de 5 a 20 por hora, mas uma vez a cada 60 anos a chuva se intensifica, resultando em uma explosão de meteoros Líridas em abril, com taxa de atividade de até 90 meteoros por hora (conforme visto em 1982 e 1922). A próxima ocorrência dessa intensidade será em 2042 – esperamos manter você atualizado sobre o evento até lá por meio de nosso site ou do aplicativo Star Walk 2.

23 de abril: Pi-Pupídeos

  • Designação: 137 PPU
  • THZ (Taxa Horária Zenital): variável
  • Iluminação da Lua: 41%
  • Atividade: 15 a 28 de abril
  • Localização radiante: constelação Puppis
  • Visível de: Hemisfério Sul

Descoberta em 1972, a chuva de meteoros Pi-Pupídeos (π-Puppids), associada ao cometa 26P/Grigg-Skjellerup, mostrou atividade notável em 1977 e 1982, com detecção de cerca de 40 meteoros por hora. Além disso, em 1983, foi relatada uma taxa de atividade de aproximadamente 13 meteoros por hora. Registros de 2018 e 2019 descrevem taxas baixas, mas ainda detectáveis.

Não há previsões sobre a atividade da chuva de meteoros Pi-Pupídeos em 2022. No entanto, seu pico é esperado para 23 de abril, e a primeira metade da noite oferece condições bastante bem estabelecidas: a Lua no último quarto não interfere na observação.

6 de maio: Eta Aquáridas

  • Designação: 031 ETA
  • THZ (Taxa Horária Zenital): 50
  • Iluminação da Lua: 27%
  • Atividade: 19 de abril a 28 de maio
  • Localização radiante: Constelação de Aquário
  • Visível de: Hemisfério Sul

O cometa pai da Eta Aquáridas (η-Aquariids) é o 1P/Halley, um dos cometas mais famosos. Os pedaços de detritos espaciais lançados pelo cometa centenas de anos atrás se tornam a chuva de meteoros Eta Aquáridas em maio e as Oriónidas em outubro.

Em 2022, a chuva de meteoros Eta Aquáridas atingirá seu pico em 6 de maio. Os meteoros são melhor observados nas horas antes do amanhecer dos trópicos e no hemisfério sul.

10 de maio: Eta-Líridas

  • Designação: 145 ELY
  • THZ (Taxa Horária Zenital): 3
  • Iluminação da Lua: 51%
  • Atividade: 3 a 14 de maio
  • Localização radiante: Constelação de Lyra
  • Visível de: Hemisfério Norte

A chuva de meteoros Eta-Lírida (η-Lyrids) é relativamente fraca, mas é interessante para os astrônomos por causa de sua possível relação com o Cometa C/1983 H1 IRAS-Araki-Alcock. O cometa foi visto pela última vez em 1983 e passou pela Terra a uma distância de 5.000.000 km, que é o mais próximo que um cometa se aproximou nos últimos 200 anos.

Em 2022, o pico do Eta-Lyrids está previsto para 10 de maio. Observadores do hemisfério norte terão uma visão favorável da área radiante durante toda a noite.

7 de junho: Ariétidas diurnas

  • Designação: 171 ARI
  • THZ (Taxa Horária Zenital): 30
  • Iluminação da Lua: 83%
  • Atividade: 14 de maio a 24 de junho
  • Localização radiante: Constelação de Áries
  • Visível de: Hemisfério Sul

As Ariétidas Diurnas é a chuva de meteoros diurna mais forte do ano. Os corpos de origem propostos para o fluxo incluem os cometas 96P/Machholz e P/1999 J6.

As Ariétidas Diurnas são bastante difíceis de observar, dado que seu radiante está localizado apenas cerca de 30° a oeste do Sol. No entanto, seus meteoros ainda podem ser vistos pouco antes do amanhecer. Em 2022, a atividade das Ariétidas Diurnas começa em 14 de maio e atingem seu pico em 7 de junho.

Com votos de céus claros e boas observações!

Crédito Texto:
Crédito de imagem:Vito Technology, Inc.
Trustpilot