O voo de teste da Boeing Starliner para a EEI

~2 min
O voo de teste da Boeing Starliner para a EEI

Após a sua primeira tentativa fracassada de chegar à Estação Espacial Internacional em 2019, a Boeing Starliner agora está pronta para tentar novamente. Continue lendo para saber mais sobre essa espaçonave e sua missão.

Qual é o objetivo da Boeing Starliner?

Como a Crew Dragon da SpaceX, a Boeing CST-100 Starliner é uma nave espacial comercial reutilizável que a NASA pretende usar para transportar astronautas para a EEI. Ambas as espaçonaves permitirão que a NASA deixe de depender dos foguetes russos Soyuz para voos até a órbita baixa da Terra.

Embora a nave espacial de Elon Musk já tenha transportado seres humanos para o espaço, a Starliner ainda tem de provar a sua capacidade de fazê-lo. Primeiro, ela fará uma missão não tripulada e, então, se houver sucesso, haverá um voo de teste com tripulação.

A cápsula da Starliner tem um diâmetro de 4,56 metros e é capaz de abrigar uma tripulação de até sete astronautas. Ela foi projetada para permanecer em órbita por até sete meses e para ser reutilizada até dez vezes.

A que horas é o lançamento da Starliner?

A Boeing Starliner será lançada no dia 3 de agosto, às 17:20 GMT, a partir do Complexo de Lançamento Espacial 41 no Cabo Canaveral. A espaçonave será levada ao espaço por um foguete Atlas V. A missão é chamada de Orbital Flight Test 2 (Teste de Voo Orbital 2, ou OFT-2); será um voo não tripulado que transportará mais de 180 quilos de carga para a Estação Espacial Internacional.

Se tudo correr como o planejado, a Starliner se acoplará à EEI em 4 de agosto. A cápsula permanecerá acoplada à estação por cinco dias; em 9 de agosto, está prevista para desacoplar e aterrissar no White Sands Missile Range, no Novo México. A Starliner trará cerca de 250 quilos de carga de volta para a Terra, incluindo tanques reutilizáveis do Sistema de Recarga de Nitrogênio e Oxigênio (NORS), que fornecem ar respirável aos membros da tripulação da estação.

Como já mencionamos, essa missão será a segunda tentativa da Starliner para chegar à EEI. Será possível assistir ao lançamento e aos procedimentos de acoplagem ao vivo no site da NASA. Você também pode conferir atualizações ao vivo sobre a missão no site Space.com.

O que deu errado com a Boeing Starliner em 2019?

Em dezembro de 2019, a Starliner já havia feito um voo orbital não tripulado. A intenção era que a cápsula se acoplasse à EEI, permanecesse acoplada por oito dias, e depois voltasse para a Terra. No entanto, o voo não foi inteiramente bem-sucedido.

Trinta e um minutos após o lançamento, ocorreu uma falha no relógio de tempo decorrido da missão (MET), que estava errado por 11 horas. Devido a esse erro, a nave entrou na órbita errada, queimou muito combustível e não conseguiu se acoplar à estação espacial. Por essa razão, a NASA decidiu cancelar o procedimento de acoplagem, reduzir a missão para apenas três dias e trazer a nave espacial de volta para a Terra antes do planejado.

Vamos torcer e esperar que a Starliner chegue à EEI desta vez!

Crédito Texto:
Crédito de imagem:Boeing