Observe a Lua e Marte neste mês de abril!

~3 min
Moon and mars conjunction and occultation

A Lua e Marte se reunirão no céu de abril deste fim de semana para uma conjunção e uma ocultação. Embora esta última só seja visível do sudeste da Ásia, a conjunção dos dois objetos espaciais será observável de quase todos os lugares. Como ver a dupla brilhante? Continue lendo!

O que é uma ocultação, em astronomia?

A ocultação acontece quando um objeto passa na frente de outro, da perspectiva de um observador. Existem vários tipos de ocultações, inclusive ocultações pela Lua. Elas ocorrem quando a Lua passa na frente de uma estrela ou de um planeta, escondendo-o.

Embora ocultações estelares sejam relativamente frequentes, uma ocultação de um planeta só ocorre algumas vezes por ano. A posição exata da Lua no céu varia de acordo com a sua localização exata na Terra. Isso significa que nenhuma ocultação lunar pode ser visível em toda a Terra: se a Lua passar bem na frente de um objeto específico para um observador em um lado da Terra, ela aparecerá até dois graus de distância daquele mesmo objeto no outro lado da Terra. Um exemplo simples de uma ocultação lunar é um eclipse solar total, o qual é basicamente a Lua ocultando o Sol. Para um observador de uma região específica na Terra, a Lua passará na frente do Sol e bloqueará completamente a luz solar.

Como ver a ocultação?

A ocultação lunar de Marte em 17 de abril de 2021 será visível à noite, apenas do Sudeste Asiático. Verifique os horários exatos da ocultação (em UTC) fornecidos pela Associação Internacional de Temporização de Ocultações (IOTA). Não se esqueça de transformar o fuso UTC para a sua hora local.

No gráfico da IOTA, a área entre as linhas brancas mostra locais onde a Lua ocultará Marte no dia 17 de abril. A pequena seção entre as linhas azuis mostra onde a ocultação estará visível no crepúsculo, e a área entre as linhas ponteadas vermelhas indica onde a ocultação acontecerá durante o dia.

O horário é essencial quando se trata de observar ocultações. Planeje sua observação futura com a ajuda do Star Walk 2 e seu recurso Máquina do Tempo. Abra o aplicativo, encontre a Lua e toque no ícone do relógio no canto superior direito da tela. Em seguida, toque nos minutos ou nas horas e role a barra à direita para viajar para o futuro e acompanhar a trajetória da Lua no céu. Observe que a Lua parece maior no aplicativo e pode ocultar Marte mais cedo do que no céu real. Para evitar isso, use os dedos para ampliar a Lua.

A conjunção da Lua e de Marte

Se você não mora no Sudeste Asiático, fique tranquilo: ainda vale a pena observar a Lua de abril e Marte. Eles vão alcançar a conjunção em 17 de abril, às 12:08 GMT. Com uma magnitude visual de -11,0, a Lua passará 0°07' ao sul de Marte, que vai brilhar em uma magnitude visual de 1,5. Nesse momento, a Lua estará 24,1% iluminada. Recomendamos começar a observar antecipadamente – uma noite antes – para ver o nosso satélite natural e o planeta avermelhado se reunindo na constelação de Touro. E, mesmo depois do momento da conjunção, eles vão ficar relativamente próximos um do outro.

A dupla estará perto o suficiente para caber dentro do campo de visão de um telescópio e também será visível a olho nu ou através de um par de binóculos. Para traçar as trajetórias da Lua e de Marte ao longo do tempo, você pode usar o mesmo recurso de Máquina do Tempo do Star Walk 2. Se tiver dificuldades para usar esse recurso, confira os vídeos de orientação em como definir a hora e a data.

Essas foram as nossas sugestões para mantê-lo ocupado com observações astronômicas nos fins de semana. Compartilhe este artigo com seus amigos nas redes sociais, e boas observações!

Crédito Texto:
Crédito de imagem:Vito Technology
Star Walk 2 logotipo

Star Walk 2

Baixar na loja de aplicativos
Obtê-lo no Google Play