A Lua Cheia da Colheita dança com Marte no céu

~3 min
A Lua Cheia da Colheita dança com Marte no céu

Os primeiros dias de outubro chegam com novos eventos astronômicos emocionantes. A próxima Lua cheia precede a espetacular conjunção da Lua e de Marte acompanhada da ocultação do planeta vermelho na América do Sul. Saiba aqui como e quando os observar!

A Lua Cheia da Colheita

A Lua Cheia da Colheita enfeitará o céu em 1º de outubro de 2020 às 21:05 GMT. Dessa vez, a Lua cheia coincide com o apogeu, o ponto mais distante da órbita da Lua em relação à Terra. Quando uma Lua cheia ocorre próximo do apogeu, é chamada de Microlua e pode parecer um pouco menor do que de costume. À medida que o Sol passar pela constelação de Virgem durante este mês, as Luas cheias de outubro sempre brilharão opostas a ele, entre as estrelas de Aquário e de Peixes.

A Lua cheia mais próxima do equinócio de setembro leva o nome de Lua da Colheita, pois sua luz brilhante costumava auxiliar os agricultores nas colheitas ao anoitecer. Este ano, ela cai no dia 1º de outubro. Porém, outubro terá mais uma Lua cheia que iluminará o céu no fim do mês, no Dia das Bruxas. Acompanhe as nossas notícias para não perder! Saiba mais sobre a Lua com o app Star Walk 2: toque na opção “Céu ao Vivo” para obter informações sobre as fases lunares e determinar a hora exata do nascer e do pôr da Lua na sua localização.

A conjunção da Lua e de Marte

Na semana passada, a Lua visitou os gigantes gasosos brilhantes do Sistema Solar, Júpiter e Saturno. Esta semana, o nosso satélite natural se juntará a Marte no céu da noite. A Lua e o planeta vermelho se encontrarão em 3 de outubro de 2020 às 03:25 GMT na constelação de Peixes, brilhando em uma magnitude de -12,5 e -2,5, respectivamente.

De acordo com o astrônomo Chris Vaughan, Marte é o terceiro objeto mais brilhante no céu (depois da Lua e de Vênus) nesses dias. No início de outubro, o planeta vermelho ficará muito perto da Terra. Ele alcançará sua oposição em 13 de outubro de 2020, e parecerá extremamente brilhante e grande no céu. Agora você pode procurar Marte acima do horizonte a sudeste no Hemisfério Norte (ou acima do horizonte a nordeste no Hemisfério Sul) durante a noite. Guie-se pela Lua: quando a encontrar, você vai detectar com facilidade o planeta vermelho brilhando nas proximidades. É possível ver ambos os objetos celestes a olho nu. O telescópio revelará as manchas mais claras e mais escuras da superfície de Marte e a sua calota polar meridional. Observe que, na maioria das regiões, Marte e a Lua não vão caber juntos no mesmo campo de visão de um telescópio.

O aplicativo astronômico Star Walk 2 ajudará você a aproveitar a conjunção da Lua e de Marte. Ative as notificações do aplicativo para não perder. Use o Star Walk 2 para determinar a posição da Lua e de Marte, o melhor horário de visualização e para ver as estrelas e as constelações ao redor dessa dupla astronômica brilhante no céu.

Ocultação lunar de Marte

Observadores na América do Sul podem testemunhar mais um evento astronômico espetacular: a ocultação lunar de Marte em 3 de outubro de 2020, às 04:00 GMT. Ocultações lunares acontecem quando a Lua passa na frente de um corpo celeste (geralmente, uma estrela, um planeta ou um asteroide) e nos impede de visualizá-lo. Este mês, a ocultação lunar de Marte será visível do sul e do sudeste da América do Sul, da maior parte ocidental da Antártica, da Ilha de Ascensão e do sudoeste da África. Em outras regiões, a Lua não passará na frente de Marte em nenhum momento ou ficará abaixo do horizonte no instante da ocultação.

Se você tem sorte suficiente de viver em uma das regiões acima, o Star Walk 2 vai te ajudar a observar a ocultação. Observe que, na sua tela, a Lua cobrirá Marte mais cedo do que na vida real. Amplie a Lua com os dedos para eliminar esse efeito.

Boas observações!

Crédito Texto:
Crédito de imagem:Vito Technology

Star Walk 2

Star Walk 2 logotipo
Baixar na loja de aplicativos
Obtê-lo no Google Play