Guia de chuvas de meteoros de outubro de 2021

~4 min
Guia de chuvas de meteoros de outubro de 2021

Outubro é rico em meteoros: as prolíficas Oriônidas, as brilhantes Draconídeas e mais cinco chuvas de meteoros atingirão sua atividade máxima neste mês! No artigo de hoje, explicamos quando e onde procurar estrelas cadentes.

Conteúdo

Dicas para assistir a chuvas de meteoros

Antes de começarmos a lista, lembre-se de que, para observações bem-sucedidas de chuvas de meteoros, você precisa:

  • Verificar a previsão do tempo com antecedência;
  • Descobrir o horário de pico;
  • Descobrir quando o radiante está alto no céu;
  • Estar ciente da fase da Lua.

Obtenha mais dicas para assistir a chuvas de meteoros no nosso artigo. Para testar sua capacidade de caçar estrelas cadentes, responda ao questionário sobre como avistar um meteoro.

Auges das maiores chuvas de meteoros de outubro

8 de outubro: Dracônidas

  • THZ: 10
  • Iluminação da Lua: 6%
  • Atividade: de 6 a 10 de outubro
  • Localização do radiante: constelação do Dragão
  • Visível a partir do: Hemisfério Norte

As Draconídeas variáveis serão a chuva de meteoros mais espetacular de outubro. Apenas as Oriônidas têm uma frequência horária maior de meteoros, mas, muito provavelmente, serão ofuscadas pelo luar. Ao contrário de outras chuvas de meteoros que são mais visíveis antes do amanhecer, as Draconídeas proporcionam a melhor visão à noite. Os observadores das latitudes do sul terão uma pequena janela de observação, então comece a procurar logo após o cair da escuridão nos dias 7 e 8 de outubro.

21 de outubro: Oriônidas

  • THZ: 20
  • Iluminação da Lua: 99%
  • Atividade: de 2 de outubro a 7 de novembro
  • Localização do radiante: constelação de Órion
  • Visível a partir de: todos os lugares

Não espere muito das Oriônidas este ano. Em 2021, o auge da chuva de meteoros quase se alinha com a Lua Cheia (20 de outubro, 14:56 GMT); portanto, o luar provavelmente esconderá a maior parte das estrelas cadentes da nossa visão. Mas as Oriônidas são uma chuva de meteoros de longa duração, então talvez você aviste alguns meteoros quando a Lua ficar menos brilhante no céu.

Auges de chuvas de meteoros menores de outubro

5 de outubro: Camelopardalídeas de Outubro

  • THZ: 5
  • Iluminação da Lua: 1%
  • Atividade: de 5 a 6 de outubro
  • Localização do radiante: constelação de Camelopardalis (a Girafa)
  • Visível a partir do: Hemisfério Norte

Como as Camelopardalídeas de Outubro atingem o auge por volta da fase de Lua Nova, as condições para observação serão quase ideais; no entanto, esses meteoros não são muito espetaculares, em geral. Os meteoros brilhantes, mas raros, das Camelopardalídeas de outubro são para caçadores apaixonados de estrelas cadentes que estão preparados para esperar uma possível explosão de atividade.

10 de outubro: Táuridas do Sul

  • THZ: 5
  • Iluminação da Lua: 21%
  • Atividade: de 10 de setembro a 20 de novembro
  • Localização do radiante: constelação do Touro
  • Visível a partir de: todos os lugares

Essa chuva de meteoros é perfeita para iniciantes em fotografia de meteoros. Os meteoros brilhantes e relativamente lentos das Táuridas do Sul são alvos ideais para captura; esse fluxo também tem uma taxa de meteoros estável e baixa, que permite a prática de técnicas de planejamento visual. Confira algumas dicas de como fotografar chuvas de meteoros.

11 de outubro: Delta Aurigídeas

  • THZ: 2
  • Iluminação da Lua: 32%
  • Atividade: de 10 a 18 de outubro
  • Localização do radiante: constelação do Cocheiro (Auriga)
  • Visível a partir do: Hemisfério Norte

De acordo com a Organização Internacional de Meteoros (IMO), as δ-Aurigídeas (Delta Aurigídeas) não são amplamente estudadas. As informações atuais sobre esse fluxo são baseadas em dados de vídeos da IMO desde o fim da década de 1990; portanto, quaisquer observações podem aumentar nossos conhecimentos sobre ele.

18 de outubro: Épsilon Geminídeas

  • THZ: 3
  • Iluminação da Lua: 96%
  • Atividade: de 14 a 27 de outubro
  • Localização do radiante: constelação de Gêmeos
  • Visível a partir de: todos os lugares

Em comparação com as Geminídeas em dezembro, as ε-Geminídeas (Épsilon Geminídeas) são muito menos divertidas. Com apenas alguns meteoros visíveis por hora, não vale a pena sair ao ar livre durante a noite por elas, especialmente se estiver frio. No entanto, as ε-Geminídeas são uma boa adição aos meteoros das Oriônidas em geral, visto que atingem o auge por volta do mesmo horário.

24 de outubro: Leônis Minorídeas

  • THZ: 2
  • Iluminação da Lua: 87%
  • Atividade: de 19 a 27 de outubro
  • Localização do radiante: constelação de Leão Menor
  • Visível a partir do: Hemisfério Norte

Como as Oriônidas, as Leônis Minorídeas são afetadas pela fase da Lua em 2021. Embora pelo menos alguns meteoros das prolíficas Oriônidas possam ser avistados, o fluxo fraco das Leônis Minorídeas não serão um alvo decente para observações.

São estas as sete chuvas de meteoros que os observadores podem ver em outubro de 2021. Tomara que este artigo o ajude a programar uma caçada de meteoros neste mês. Use nossos aplicativos de observação das estrelas para descobrir a localização de um radiante no seu endereço ou a fase da Lua em qualquer data.

Com votos de céus claros e boas observações!

Crédito Texto:
Crédito de imagem:Vito Technology, Inc.
Trustpilot