Por que planetários são importantes hoje em dia?

~5 min
Por que planetários são importantes hoje em dia?

Todos os anos, no segundo domingo de março, o mundo comemora o Dia Internacional dos Planetários. O artigo de hoje lhe contará por que os planetários são significantes, falará sobre a história deles e revelará como você pode criar seu próprio planetário em casa.

Dia Internacional dos Planetários

O Dia Internacional dos Planetários (anteriormente conhecido como International Day of Planetaria) é um feriado que acontece anualmente no segundo domingo de março. Ele celebra a importância dos planetários como ferramenta educacional que nos permite apreciar a grandiosidade e a beleza do Universo. Os principais objetivos do evento são informar o público sobre o papel significativo que os planetários desempenham na cultura, ciência e educação, e fazer com que as pessoas entendam que a astronomia é uma atividade divertida e apaixonante. Outro objetivo importante do Dia Internacional dos Planetários é incentivar colaborações internacionais entre planetários de diferentes países. Em 2022, o Dia Internacional dos Planetários será comemorado em 13 de março.

A Associação Italiana de Planetários foi a primeira a organizar o Dia dos Planetários em 1991 na Itália. A International Planetarium Society (IPS) apoiou esta iniciativa e, em 1995, o Dia dos Planetários foi realizado em todo o mundo pela primeira vez. Originalmente, o feriado era celebrado no domingo antes do equinócio vernal; no entanto, posteriormente, a data foi definida como o segundo domingo de março para que os planetários possam agendar com mais facilidade o evento com antecedência. Além disso, os planetários que não abrem aos domingos realizam o evento no dia de sábado.

O que é um planetário?

Um planetário é um teatro construído para a apresentação de espetáculos educativos e lúdicos sobre o céu noturno em particular e astronomia em geral. Como regra, em planetários, cenas de objetos do céu são projetadas em uma grande tela em forma de cúpula. Esses shows geralmente são acompanhados por palestras ou música.

O termo "planetário" também pode ser usado para descrever outros dispositivos que ilustram o Sistema Solar ou o Universo, como um orrery ou simulação de computador. Vamos voltar para a história para aprender mais sobre os predecessores dos planetários modernos e sua evolução de dispositivos primitivos para as maravilhas da ciência e tecnologia.

Qual foi o primeiro planetário?

A história dos planetários remonta à antiguidade. A representação mais antiga conhecida do céu foi encontrada na tumba de Senemute, um antigo arquiteto egípcio. Arquimedes, um polímata grego, foi o primeiro a criar um dispositivo planetário primitivo: por volta de 250 aC, ele fez um globo de metal fundido demonstrando os movimentos dos planetas. Por volta de 150 dC, o matemático e astrônomo Ptolomeu registrou seus projetos para um Globo Celestial. Embora este globo nunca tenha sido encontrado, as notas sobre sua construção sobreviveram até hoje.

Na Idade Média, relógios astronômicos exibindo as posições do Sol, da Lua, das constelações zodiacais e dos planetas principais eram usados em algumas catedrais. Em 1584, o astrônomo dinamarquês Tycho Brahe construiu o Globo Celestial. Este modelo de esfera celeste tinha um diâmetro de 1,5 metros e mostrava estrelas visíveis a olho nu. Várias décadas depois, em 1654, o Globo de Gottorf foi construído na Alemanha. Dentro deste globo, medindo cerca de quatro metros de diâmetro, havia um banco circular para várias pessoas. O mapa estelar com símbolos astrológicos e mitológicos foi representado na superfície interna do Globo de Gottorf.

Um dos predecessores dos planetários modernos é o orrery, um modelo mecânico do Sistema Solar usado para recriar os movimentos dos planetas e seus satélites naturais ao redor do sol. O primeiro orrery foi feito em 1704 pelos relojoeiros George Graham e Thomas Tompion; o instrumento foi nomeado após Charles Boyle, 4º Conde de Orrery, um nobre inglês e patrono das ciências. O Planetário de Eise Eisinga, é o planetário em funcionamento mais antigo (que, na verdade, é um orrery), tendo sido construído entre 1774 e 1781 na Holanda.

Quem inventou o projetor do planetário?

Outra maneira de mostrar os movimentos dos planetas só surgiu nos anos de 1920, quando o primeiro projetor de planetário foi inventado pela Carl Zeiss Company. Em 1919, Walther Bauersfeld, engenheiro-chefe de design da Carl Zeiss Company, concebeu a ideia de projetar os objetos do céu numa sala escura. Bauersfeld e uma grande equipe de cientistas e engenheiros levaram vários anos de cálculos e pesquisas para implementar a ideia. Como resultado, foi construído o primeiro projetor de planetário moderno, que possibilitou a demonstração da grande variedade de corpos celestes do nosso belo universo.

O que é um planetário moderno?

Na década de 1980, os primeiros projetores digitais exibindo computação gráfica surgiram e abriram a astrofísica moderna ao público. Hoje, graças à computação gráfica e aos dados do Universo obtidos não apenas por meio de telescópios, mas também de sondas espaciais, podemos decolar da Terra e viajar pelo espaço, visitando outros planetas e estrelas distantes. Além disso, há uma abundância de planetários portáteis amplamente usados em escolas, universidades e exposições, e aplicativos de planetário que ajudam os amantes da astronomia a explorar o Universo a qualquer hora e em qualquer lugar.

Como criar um planetário?

Se não houver um planetário perto de você, ou se você simplesmente quiser pôr as mãos na massa, é possível criar o seu próprio projetor de planetário. Ele é essencialmente uma luminária noturna que projeta estrelas nas paredes e no teto. Para criá-la, siga estas instruções:

  • Pegue uma latinha de refrigerante ou uma caixa de papelão quadrada que será usada como o recipiente e encontre uma fonte de luz que caiba dentro do recipiente escolhido e que possa ser ligada a uma fonte de energia do lado de fora.
  • Encontre padrões de constelação na internet e imprima um deles numa folha de papel. Observe que o padrão de constelação deve se encaixar ao redor da latinha ou da caixa.
  • Temporariamente cole o padrão de constelação com fita adesiva na latinha ou na caixa e use um alfinete para fazer furos nela. Faça furos maiores para estrelas grandes no seu modelo e menores para estrelas pequenas.
  • Retire o modelo de constelação. Você verá um modelo de pontos através dos quais a luz será projetada.
  • Faça um buraco para a sua fonte de luz na parte inferior do seu recipiente e coloque a fonte de luz dentro dele.
  • Cole a parte de baixo no lugar e passe fita nas áreas através das quais a luz poderia escapar.

Aí está! Coloque seu planetário compacto num quarto escuro, ligue a luz dentro dele e divirta-se observando estrelas! Se quiser entender melhor o processo descrito acima, assista a este tutorial em vídeo de como criar um planetário em casa.

Há uma maneira ainda mais fácil de criar um céu estrelado dentro de casa. Use o app de observação de estrelas Star Walk 2 como o seu planetário portátil! Ligue o modo RA e você verá a paisagem estelar sobreposta em paredes e móveis no seu quarto. Desfrute de estrelas, planetas, constelações, satélites e outros objetos espaciais no céu acima de você com seu planetário virtual!

Feliz observação de estrelas!

Crédito Texto:
Crédito de imagem:Vito Technology, Inc.
Trustpilot